Atualizado em: 24 julho 2011

Incontinência Urinária: Tipos e Tratamento

Conheça tudo sobre essa doença tão comum não só em idosos, mas em muitas pessoas. Saiba quais são os tipos de incontinência e qual o tratamento para ela.

Muitas doenças são mais comuns de acordo com a localidade e região do país, outras são mais comuns com a chegada da idade. No caso das doenças mais comuns da idade avançada é a Incontinência Urinária. Mas essa afirmação não é 100% verdadeira, pois existem outros inúmeros fatores que contribuem para que a Incontinência urinária aconteça. Conheça nesse artigo as causas e como é realizado o tratamento da incontinência.

O que é?

A incontinência urinária é a perda involuntária de urina, ou seja, é quando o indivíduo não possui o controle miccional e não consegue segurar quando a urina está prestes a sair. Esse controle é realizado pela musculatura perineal tanto no homem quanto na mulher. É um problema mais comum nas mulheres, principalmente depois da gravidez.

publicidade:

A mulher quando engravida se transforma de diversas maneiras. O corpo começa a se adaptar para receber o feto, isso faz com que as pressões do organismo mudem e a posição de alguns órgãos também mudem. Por isso que as grávidas sentem maior vontade de urinar do que o normal. Após a gravidez a musculatura perineal ficou mais flácida e mais distendida devido a expulsão do bebê, isso faz com que a musculatura não seja completamente eficiente no momento que a mulher vai urinar, podendo ocorrer a perda de urina involuntariamente.

Como funciona?

A incontinência ocorre quando o estoque e o esvaziamento da urina da bexiga não funcionam de uma maneira coordenada. Esta falta de coordenação entre os processos de estoque e esvaziamento é devido a um mau funcionamento dos nervos e músculos da bexiga ou uretra. Em mulheres, a incontinência pode também ser causado por uma perda de suporte da bexiga e uretra.

Tipos de incontinência

Existem três tipos de incontinência urinária, que são:

  • Incontinência de esforço: ocorre a perda de urina mediante algum esforço físico por mínimo que seja, como tossir ou espirrar.
  • Incontinência de urgência: quando o indivíduo perde urina sem realizar nenhum esforço, perde urina espontaneamente, ao repouso.
  • Incontinência Mista: é o tipo de incontinência que ocorre tanto na realização de um esforço quanto ao repouso.

Tratamento

O tratamento da incontinência urinária é feita basicamente de medicações (que tratam a incontinência melhorando a função dos nervos ou músculos da bexiga ou uretra), terapia comportamental (algumas mudanças no comportamento e/ou estilo de vida visando à continência), retreinamento vesical (urinar com horário marcado), fisioterapia (exercícios para musculatura pélvica e perineal) e procedimentos cirúrgicos (são usualmente recomendados em casos mais graves de incontinência, são usados para reparar lesões, anormalidades ou mau funcionamento dos músculos ou tecidos do trato urinário).

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook