Atualizado em: 5 abril 2013

Incontinência Urinária: Principais causas

Fique ligado e conheça as principais causa da Incontinência Urinária, que é uma perda de forma involuntária de urina pela uretra. Entenda melhor sobre este controle!
Você Sabia?
Neste sentido, a obesidade é um fator de peso para o aparecimento da incontinência urinária, a par da diabetes (na versão mellius), dificultando também o seu tratamento e a sua eficácia.
Incontinência Urinária 01

A Incontinência Urinária tem como característica uma disfunção no controle da bexiga. (Reprodução)

Afetando milhões de mulheres em todo o mundo, a incontinência urinária é um problema de saúde que se caracteriza pela incapacidade em controlar o funcionamento da bexiga e, por conseqüência, pelo vazamento involuntário de urina.

Principais Causas

Embora o seu surgimento seja mais comum em mulheres que se encontrem em faixas etárias a partir dos sessenta anos, esta doença pode afetar mulheres e, inclusivamente, indivíduos do sexo masculino. Existem vários tipos de incontinência urinária aos quais se atribuem causas e sintomas distintos, sendo que existem fatores de risco que podem potenciar a incidência deste problema e que valem a pena ser conhecidos.

publicidade:

Um fator determinante para a manutenção de um bom estado geral de saúde, os hábitos alimentares influenciam decisivamente o surgimento de doenças de várias tipologias.

Outras Causas

Doenças generativas como Parkinson, Alz heimer e esclerose múltipla são também propícias ao aparecimento desta enfermidade, cujas causas se estendem igualmente ao envelhecimento natural e à passagem da mulher ao estado da menopausa.

Por outro lado, a gravidez, o parto natural e a histerectomia que se caracteriza por ser um procedimento que implica a retirada do útero são outras variáveis que agravam a probabilidade que o universo feminino detém sobre contrair este tipo de maleita.

Fatores Característicos de Incontinência

Além dos fatores anteriormente mencionados, a incontinência urinária deve-se igualmente a infecções e obstruções do trato urinário, a par de cirurgias e traumas alocados à zona pélvica. Existem também comportamentos de risco que podem causar incontinência urinária, como sejam o tabagismo e o consumo de drogas, quer se tratem de substâncias estupefacientes ou de medicamentos antidepressivos, sedativos antipsicóticos ou mesmo diuréticos.

Para determinar a presença da incontinência urinária e tendo em conta que freqüentemente as/os pacientes nem sempre se sentem confiantes para relatar as perdas urinárias ao médico, por conta do constrangimento que provocam , é recomendável a consulta de um profissional de saúde para a realização de vários exames que possam conduzir a um diagnóstico individual correto.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook