Atualizado em: 22 agosto 2013

Idade máxima pra ter filhos sem riscos

Sob a ótica médica, engravidar após os 40 é cada vez mais comum, portanto veja abaixo informações e fique bem informado.
Você Sabia?
Que o primeiro teste de gravidez em casa surgiu em 1977. Após o teste, as mulheres tinham de esperar duas horas para saber se estavam grávidas
download (4)

O critério sobre a idade ideal para dar à luz evoluiu com o tempo.

Por diversas vezes é possível perceber que nas últimas décadas cada vez mais as mulheres acabam tendo uma gestação mais tardia. Devido a principalmente o mercado de trabalho que torna o crescimento profissional uma tarefa considerada de dedicação integral, a mulher precisa sem dúvida alguma ser uma profissional ideal, uma mãe ideal, e ainda uma companheira ideal. Durante toda a jornada muitas vezes as mulheres não encontram o parceiro ideal ou não se sentem preparadas para ter um filho naquele momento.

Com isto acabam por pairar sobre as mulheres vários tipos de preocupações constantes sobre a gravidez. As dúvidas ainda deverão ser muito válidas, e ainda sabemos que os óvulos não se multiplicam depois do nascimento. As perguntas que surgem são principalmente qual o risco de eu não conseguir engravidar, ou ainda qual é o risco de se ter uma gravidez com problemas.

publicidade:

Informações

Apesar de se contar com todo o avanço da medicina reprodutiva ainda é muito difícil se responder com toda a certeza quais são os limites considerados seguros para engravidar. Normalmente é falado que o ideal é que a mulher venha a engravidar antes dos 35 anos de idade, mas isto poderá ser cedo para algumas ou mesmo tarde para outras. Com isto toda a avaliação específica para cada mulher deverá ser realizada através de pelo menos dois parâmetros existentes, a qualidade e também a devida quantidade de óvulos.

A qualidade e quantidade é deduzida de forma indireta pela idade da mulher, e podemos saber que quanto maior a idade pior é a qualidade dos óvulos e por isso um risco de abortamento e de doenças genéticas se torna bem maior. A síndrome de down é um exemplo, enquanto que as mulheres que tem mais de 30 anos de idade tem um risco equivalente em 1/800 as mulheres que tem 40 anos tem um risco equivalente de 1/100. Apesar do grande aumento do risco, é importante citarmos que este é de 1% ou seja a chance das mulheres terem um filho sem ter síndrome de down é de 99,9% em seu total.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook