Atualizado em: 21 maio 2013

Hipogonadismo: Causas e Tratamentos

Conheça os sintomas e tire suas duvidas sobre o Hipogonadismo que é um leve defeito no sistema reprodutor e mexe com as funções dos testiculos.
Você Sabia?
O lutador de MMA Chael Sonnen (principal rival de Anderson Silva) possui a doença, e foi divulgado que o mesmo desenvolveu a doença por conta do Anabolizantes que fez uso durante a vida. O mesmo faz tratamento com Testosterona.

O hipogonadismo, atraso na puberdade ou síndrome de klinefelter é uma doença do sistema endócrinoque pode ser congênito ou adquirido. Os indivíduos com esta síndrome apresentam uma falha no sistema reprodutor, mais especificamente nos ovários e testículos, causando uma deficiência nos hormônios sexuais que resulta em característica sexuais pouco desenvolvidas.

Infertilidade e má formação dos órgãos reprodutores são algumas das caracteristicas dessa doença. Pouco conhecida entre as pessoas, porem bastante comum, muitas pessoas não costumam falar de qualquer problemas que tenham relacionados a seus órgãos genitais, isso faz com que o controle da mesma seja, assim, mais dificil.

publicidade:

Sintomas e Sinais

– desenvolvimento sexual incompleto, aspermia, eunucoidismo;
– redução da libido e da atividade sexual;
– redução da ereção espontânea;
– desconforto mamário, ginecomastia;
– redução dos pêlos corporais (axilas, púbis);
– pequeno volume testicular ou redução do mesmo;
– infertilidade, contagem de espermatozóides baixa ou nula;
– baixo peso, fraturas com traumatismo pequeno, baixa densidade mineral óssea;
– redução de massa e força musculares;
– ondas de calor, sudorese.

Tratamento

O tratamento é feito a partir de alguns medicamentos que tenham Testosterona em sua composição, injeções localizadas e um tratamento que pode levar anos ou até a vida toda são os meio utilizados para combater a doença.

Ao iniciar o tratamento o Paciente terá que ser monitorado bem de perto por um profissional da saude, pois nem todo tratamento é 100% efetivo, isso varia muito de paciente para paciente e de grau de doença.

Monitoramento

abaixo 5 passos que o Paciente deve ter ao iniciar o tratamento:

1. O paciente deve ser avaliado a cada 3-6 meses após o início do tratamento e, então, anualmente para avaliação de resposta e de eventos adversos;

2. Os níveis séricos de testosterona devem ser monitorados 2 ou 3 meses após o início do tratamento;

3. Deve-se checar o hematócrito ao início, em 3 e 6 meses e, então, anualmente. Se o valor for superior a 54%, a TRT deve ser suspense até que o mesmo retorne a níveis seguros. Avaliar o paciente para presença de hipoxia ou apnéia do sono. Reiniciar com dose reduzida;

4. Determinar a densidade mineral óssea da coluna lombar e/ou colo femoral ao início e a cada 1-2 anos de tratamento nos homens com osteoporose ou fraturas com traumatismos menores;

5. Realizar toque retal e dosagem de PSA antes do início do tratamento, após 3 meses e de acordo com as recomendações de rastreamento do câncer de próstata. Em caso de anormalidades, encaminhar ao urologista.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook