Atualizado em: 15 junho 2011

Esteatose Hepática: Sintomas e Tratamento

Tudo que você precisa saber para se prevenir da Esteatose Hepática. Como esse distúrbio surge como é o tratamento. Saiba como cuidar da sua saúde e se prevenir.

O cuidado com a saúde é algo imprescindível que precisa de muita atenção. Mesmo aquelas pessoas que não possuam uma doença genética ou que não saiba da existência de alguma doença adquirida, necessitam ter cuidados com sua alimentação e seus hábitos de vida. Levar uma vida sedentária, regada a muita bebida alcóolica, certamente poderá acarretar em severos danos a sua saúde. Com uma alimentação inadequada, o seu fígado pode estar prejudicado pelo acúmulo de gordura. Problemas metabólicos podem acarretar em alguns distúrbios, como a Esteatose hepática por exemplo.

publicidade:

O que é?

Para entender melhor o que é Esteatose hepática, vamos iniciar pela sua definição. A Esteatose não é em sim uma doença, mas deve ser tratada como um distúrbio metabólico que pode acarretar grandes danos a sua saúde. Não há uma causa certa, mas o mais provável é que a Esteatose seja desencadeada pelo acúmulo de gordura no fígado. No caso da Esteatose, os hepatócitos presente no nosso organismo são destruídos gradativamente causando uma inflamação. Conforme essa destruição aumenta, pode ocorrer o aparecimento de fibrose (processo cicatricial) que vai se acumulando e formando nódulos no fígado, o que caracteriza a cirrose, doença hepática.

É importante salientar, que não é somente as pessoas obesas que possuem grande quantidade de gordura no fígado. Muitas pessoas possuem, mas não tem o conhecimento. Por isso é importante realizar uma ultrassonografia para verificar o estado não só do fígado, mas de outros órgãos do abdômen. O abuso do álcool é um dos fatores que pode prejudicar o fígado ainda mais. Mesmo não sendo a causa primordial, o álcool acaba agravando a situação e em muitos casos só há a completa cura com transplante de fígado.

 

Sintomas

A gordura no fígado que caracteriza a esteatose hepática pode acarretar dores e desconforto abdominal, mas nem sempre os sintomas se manifestam. Por isso a importância da realização de um Ultrassom abdominal. Geralmente, a esteatose hepática é caracterizada por dores abdominais e sensação de peso no estomago. Somente com exame preciso de ultrassonografia é possível detectar se há ou não gordura no fígado.

O aparecimento da esteatose hepática normalmente se dá em pessoas mais obesas ou que possuem diabetes, que pode desencadear na esteatose hepática. Mesmo assim, pessoas magras, saudáveis e com baixa ingestão de álcool também podem tê-la, apesar deste fato ser menos comum. A esteatose é mais comum no sexo feminino.

Tratamento

O tratamento para esteatose hepática é basicamente medicamentoso e através de uma reeducação alimentar. Não existe um tratamento específico a não ser a perda de peso, controle com relação ao consumo de álcool e o uso de medicamentos. Por isso é importante prevenir e controlar sua alimentação e seus hábitos, para que não tenha problemas futuros e para que não tenha que conviver com eles a base de medicamentos e diversos fármacos.

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook