Atualizado em: 14 fevereiro 2014

Estado de Coma Induzido: Finalidade e Causa da Sedação

Coma induzido é um coma temporário provocado por certos casos de estado epiléptico, portanto veja mais informações deste caso abaixo.
Você Sabia?
Que as origens da medicina, conhecimentos de anatomia no Egito Antigo e na Grécia Antiga,
coma

O paciente que está em coma vive um estado parecido a um sono profundo

Quem nunca leu ou ouviu falar que a pessoa tal está em coma induzido? Este é um termo bastante utilizado na imprensa e leva até mesmo a conclusões equivocadas dos usuários. O nome correto desta condição de coma induzido é sedação.

Questões sobre o Coma Induzido

O coma induzido nada mais é do que uma sedação controlada farmacológica, um estado de inconsciência feito por uma equipe médica através de drogas sedativas.

publicidade:

Muitas pessoas imaginam que coma induzido é uma forma de desligar o cérebro, para que o mesmo possa descansar e possa ainda se recuperar de uma agressão existente. O cérebro na verdade nunca irá parar a não ser que a pessoa tenha a morte decretada. É ele quem acaba controlando de funções vitais, como uma frequência cardíaca, temperatura do corpo, entre outros.

Toda a consciência é apenas uma das funções existentes do sistema nervoso central. E se raramente desligássemos o cérebro o paciente morreria. E o que é feito é se dar medicamentos para que ele possa ficar sedado.

Finalidade do coma induzido?

O coma induzido é indicado para muitas situações, de forma geral a sedação tem como alguns objetivos as seguintes situações:
Manter a segurança e também o bem estar do paciente, minimizar as sua dor física e o desconforto existente por algum problema.

Controlar questões de ansiedade, minimizar traumas psicológicos e ainda induzir a amnésia. Além é claro de acalmar o paciente do trauma e tornar toda a realização dos procedimentos cirúrgicos, entre outros seguros.

Causa mais comum para a Sedação

Podemos dizer que a causa mais comum para a utilização de sedação é a necessidade de uma ventilação mecânica. A utilização de respiradores artificiais é indicada nos casos onde o paciente não tem a capacidade de manter uma boa oxigenação sem ajuda.

No caso de infecções pulmonares isto é bastante comum principalmente no caso de pneumonias graves. Se o seu pulmão estiver gravemente doente ele irá ter dificuldade de oxigenar o sangue e o paciente poderá ter insuficiência respiratória e pode vir a óbito.

Vídeo sobre Coma:

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook