Atualizado em: 30 outubro 2012

Esportes que causam mais traumas e lesões

Futebol é o esporte que mais causa lesões nos joelhos, um esporte de contato que as vezes podem ocasionar em lesões algum movimento errado.
Você Sabia?
Que a lesão é um termo não-específico usado para descrever um tecido anormal num organismo vivo. Tais anomalias podem ser causadas por doenças, traumas ou simplesmente pela prática de esporte.

Os traumatismos no esporte como causa de Osteoartrose precoce

A pratica de esportes no Brasil é muito comum, e quando falamos dos traumas e lesões sofridos durante essas praticas sabemos que é impossível separar quais que sejam os esportes que causam maiores lesões pelo fato de que quando um individuo pratica um esporte ele está sujeito a quedas seguido de traumas e lesões.

Principalmente quando fazemos as atividades de forma inadequada, as lesões mais comuns nas praticas de esporte são: Entorses e rupturas de ligamentos, estiramento e Distensões, contusões, tendinites, bursites e fraturas de Estresse.

publicidade:

Esportes que causam mais Lesões

Todas essas lesões são consequências de quedas, uma torção repentina ou um golpe no corpo. O Futebol é o esporte onde mais encontramos lesões, pelo fato de que o nosso pais seja o país que pratica mais esse esporte, mas além do futebol podemos encontrar as lesões nos outros esportes como, basquete, vôlei, futsal, entre outros.

No caso dos jogadores de futebol as lesões mais decorrentes da pratica são as no joelho, tanto sofridas por traumas diretos (contusões e fraturas) como por traumas indiretos como torções.

Outro problema muito comum está nas pessoas que praticam exercícios sem a preparação adequada, aqueles que buscam correr na beira da praia, não de uma forma diária, mas 1 vez por semana, sem se alongar corretamente tendem a sofrer desligamento no joelho lateral.

No caso das lesões, os jogadores sofrem uma cirurgia no local para rápida recuperação, em alguns casos a cirurgia não é aconselhada e é mais demorado a recuperação do paciente que pode chegar até a 6 meses. Após isso o paciente é indicado a fazer sessões de fisioterapia.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook