Atualizado em: 22 março 2011

SP sofre com Epidemia de Conjuntivite em 2011

Olho Irritado - Conjutivite

São Paulo enfrenta nesse momento uma grave epidemia de Conjuntivite. Você com certeza deve ter sabido de algum caso de conjuntivite no seu trabalho, na escola, na faculdade e até mesmo em casa. Trata-se nada mais nada menos de 60 mil casos de conjuntivite que foram registrados nas ultimas sete semanas.

publicidade:

Algumas cidades do litoral paulista também está sofrendo Epidemia como:  São Sebastião, Ilhabela e Peruíbe. O G1 explica que o centro de controle de doenças da capital já enviou comunicados para escolas e creches com informações sobre os sintomas e prevenção da doença.

O que é Conjuntivite?

É uma inflamação ocular, uma membrana transparente e fina que reveste a parte da frente do globo ocular (o branco dos olhos) e o interior das pálpebras. Em geral, ataca os dois olhos, pode durar de uma semana a quinze dias e não costuma deixar seqüelas. É contagiosa, portanto pode ser passada para o outro.

Epidemia em São Paulo

Quando os casos foram dectados, os profissionais de saúde foram orientados a ampliar as ações de vigilância e foi enviado um alerta a escolas e creches, que receberam orientações sobre as medidas de controle.

Conjuntivite - epidemia

De acordo com os médicos, esse tipo de conjuntivite não costuma ser muito grave e passa em poucos dias. Mas a doença é altamente contagiosa e pode ser transmitida pelo ar ou se a pessoa tocar um objeto tocado por outra doente que tenha coçado os olhos.

Segundo a Folha de São Paulo, o Hospital das Clínicas está com uma média de atendimento de 300 casos da doença por dia. Apenas na manhã desta sexta-feira foram 200 registros. No pronto-socorro oftalmológico da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) a média também é de 300 atendimentos, com picos de 400 casos em alguns dias.

Tratamento e Medicamentos

COnjuntivite - lavar as mãosA conjuntivite é transmitida principalmente pelo contato direto da mão com o olho, por objetos contaminados e por piscinas. Por tanto deve haver um cuidado especial para que antes de falarmos em tratamento, a prevenção seja feita. Por isso, tenha muito cuidado nos transportes públicos, ao pegarem em corrimão, e nunca levar as mãos aos olhos. Pelo contrário, lave-as sempre que possível.

Para o tratamento, o que se tem a fazer é procurar um médico imediatamente, nunca se automedique. Existem colírios específicos para cada tipo de conjuntivite. Alguns possuem anti-inflamatórios, outros antibióticos e ainda há os com anti-alérgicos.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook