Atualizado em: 10 julho 2011

Bula e Posologia do Dipirona

Tudo sobre um dos medicamentos para dor mais usados no país, a dipirona. Conheça seus efeitos, suas reações e suas contraindicações. Saiba tudo aqui.

Com a presença de alguma doença no organismo, o próprio tenta através dos sintomas mostrar para o indivíduo que algo está acontecendo de errado. É através dos sinais e sintomas que são apresentados que procuramos um médico e com o relatos destes, o médico poderá através de sua experiência e da historia, ter em mente a possível doença, podendo pedir os exames certos para que haja confirmação. Quando são doenças que não possuem um tratamento específico, o médico é responsável por passar medicamentos que controlem e regularizem os sintomas. Um dos medicamentos mais receitados para os sintomas mais básicos é a Dipirona.

Para que serve?

A dipirona é um medicamento utilizado para o tratamento de sintomas e manifestações que causem dor e para amenização da febre. Tem efeito analgésico e antipirético, que começam a fazer efeito após 30 a 60 minutos após sua administração.

publicidade:

É um medicamento muito popular e usado, mas é preciso tomar alguns cuidados quanto a sua administração. A dipirona não deve ser administrada em altas doses ou por períodos muito longos. É preciso que você vá ao médico e ele lhe dirá os horários, as doses e quanto tempo irá durar o tratamento com a dipirona.

Outro cuidado que se deve ter é com relação a gravidez. A dipirona não deve ser administrada durante o primeiro e o terceiro trimestre da gravidez e nem durante a lactação. Se precisar muito utilizar, consulte o médico antes e saiba se o medicamento poderá oferecer riscos ao feto.

Reações e Contraindicações

Algumas reações podem aparecer dependendo do organismo. As reações podem ser: coceira, ardor, inchaço, bem como quaisquer outros sinais ou sintomas. É importante que você comunique ao médico o aparecimento dessas reações.

A dipirona é contraindicada em pessoas com hipersensibilidade a própria dipirona e aos outros componentes que fazem parte da sua formula. É de extrema importância que você tenha o auxilio de um médico para saber dos possíveis riscos e se esse medicamento não poderá acarretar em problemas para o seu organismo.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook