Atualizado em: 8 novembro 2010

Dieta Ortomolecular – Cardapio e Como fazer

O verão tá chegando e já passou da hora de deixar o corpo em dia, né? Por mais que já estejamos em cima, ainda dá tempo para você fazer uma boa dieta, malhar bastante e ser o centro das atenções nos dias quentes!

publicidade:

Porém, esse processo deve ser feito com inteligência e, principalmente, cautela. Não adianta sair por ai fazendo loucuras através do corpo ideal. Deixar de se alimentar não irá te ajudar a atingir o seu resultado. Na grande maioria dos casos, as dietas acabam dando errado porque as pessoas querem fazer as coisas do seu jeito.

Por ai, existem várias dietas que prometem milagres. Uma delas é a Dieta Ortomolecular. De início de conversa, necessitamos entender Medicina Ortomolecular. A medicina ortomolecular constitui um ramo da chamada medicina altermativa no qual se acredita que as doenças são resultado de desequilíbrios químicos. Assim, os tratamentos ortomoleculares buscam a restauração dos níveis de vitaminas e minerais considerados ideais no organismo.

O que é a dieta ortomolecular?

Hipócrates já dizia há 400 anos a.C. “que nosso alimento seja nosso remédio e que nosso remédio seja nosso alimento”. Pode-se optar em tomar medicamentos ou não, mas em relação à alimentação não temos opção, ou comemos ou morremos. Portanto, os alimentos exercem uma influência determinante na saúde e qualidade de vida.

A dieta ortomolecular é baseada na reeducação alimentar através da qual obtém-se a maior quantidade de nutrientes possíveis, com o menor acúmulo de toxinas residuais ou gordura, obtendo assim, máximo rendimento. Oferecendo às células, tecidos, órgãos e ao organismo como um todo, o necessário para a produção de energia, e para as funções de reparo, estrutura e duplicação celular.

Como a dieta funciona? Como ela age no organismo?

O alimento ideal é aquele que oferece o máximo de nutrientes com o mínimo de energia para digeri-lo, com a formação de menor quantidade de resíduos e gordura, e a maior facilidade de eliminação desses resíduos.

Na maioria das vezes, é necessária a desintoxicação do organismo antes de qualquer coisa, sobretudo se houver prisão de ventre. A maioria das pessoas, principalmente as mulheres, tem dificuldade de eliminar o conteúdo de seus intestinos de forma adequada e plena. Ainda que evacuem todos os dias, não eliminam por completo os resíduos, sentindo-se desconfortáveis, agravando a TPM, acne, obesidade e dificultando a absorção dos alimentos, perpetuando o quadro.

Cada médico tem sua própria orientação nutricional ortomolecular, o que é comum a todos é a relevância dada à otimização das funções intestinais, para que possamos absorver adequadamente os nutrientes e eliminar as toxinas.

Quantos quilos uma pessoa pode perder?

A pessoa pode e deve emagrecer até obter a relação peso x altura ideal, conhecido como IMC (Índice Métrico Corporal).

O que está proibido na dieta?

Não costuma proibir nada. Procuro oferecer as seguintes orientações gerais:

1- Prefira alimentos naturais, não industrializados (sem produtos químicos), e orgânicos (sem agrotóxicos). Evite alimentos refinados, com açúcar, gordura hidrogenada e margarina.

2- Evite óleos industrializados para cozinhar, fritar ou grelhar e nunca utilize margarina. Prefira azeite de oliva extra virgem ou óleo natural de coco ou babaçu.

3- Evite refrigerantes ou bebidas alcoólicas. Prefira sucos não adoçados, adoçados com stevia (pura, não misturada com sacarina e ciclamato e nunca com aspartame) ou apenas água.

4- Tome 4 copos de água pela manhã e à tarde. O primeiro em jejum com o suco de meio limão.

5- Evite ao máximo o açúcar e os alimentos que o contém. Evite carboidratos simples: Pães, arroz e massas refinados.

6- Prefira os alimentos integrais ricos em nutrientes e fibras, como arroz, pães e massas integrais.

7- Evite carne vermelha, embutidos ou frango industrial. Prefira proteínas de peixes ou frango e ovos orgânicos ou “caipiras”.

8- Tenha SEMPRE alimentos crus em todas as refeições. Legumes, verduras e frutas.

9- Tome diariamente Ômega 3 (Óleo de peixe ou linhaça – 2 cápsulas de 1 g ao dia).

10- NUNCA UTILIZAR PANELAS DE ALUMÍNIO, PAPEL-ALUMÍNIO OU DESODORANTES ANTITRANSPIRANTES (todos possuem alumínio). O alumínio aumenta o risco de várias doenças, inclusive o câncer.

Como é feita a combinação dos alimentos?

Manhã e lanches:

Frutas e/ou suco de frutas, não combinam com cereais. Caso queira comer pão, outros alimentos ou beber café deve-se aguardar pelo menos 1 hora após as frutas.

Almoço:

Metade do prato de vegetais crus ou no vapor, ¼ do prato a proteína de alto valor biológico (peixe, frango e ovos caipiras) e ¼ do prato arroz integral.

Jantar:

Sopa ou o mesmo acima, priorizando a proteína, ao arroz integral.

A dieta pode ser feita por qualquer pessoa?

Sim, e principalmente por doentes. Crianças, diabéticos e hipertensos recebem orientação específica.

Qual o tempo recomendado para fazer a dieta?

Sempre. Lembre-se que não é uma dieta, que por si é restritiva. Não conheço ninguém que consegue fazer dieta com sucesso. Acredito em reeducação alimentar não restritiva. Essa sim, é para sempre.

Costumo dizer que não me preocupo com as exceções, e sim com a regra, o cotidiano, o dia-a-dia. Os dias de festa existem e devem ser aproveitados, sem por isso comprometer uma dieta saudável, que mantém o corpo em forma não apenas na aparência, como também funcionalmente e acima de tudo HORMONALMENTE.

A dieta pode prejudicar o organismo de alguma forma?

Em hipótese nenhuma.

Dicas de cardápios.

Dicas para Reeducação Alimentar Ortomolecular.

CAFÉ DA MANHÃ:

1- Tomar 1 copo de água com o suco de um limão (iniciar com gotas de limão e aumentar aos poucos):

2- Suco com folhas verdes (espinafre, couve, rúcula, aipo etc.) + frutas (maçã combina melhor,porém pode adicionar frutas a gosto) + uma raiz (cenoura, beterraba, inhame etc.). Sem água e sem adoçar. Facilita se utilizar centrífuga ou processadores, pois no liquidificador será necessário coar;

3- Combinação entre as frutas: Na confecção do suco ou se preferir comer as frutas, é melhor NÃO misturar as não ácidas (banana, maçã, pêra, manga, abacate etc.) com as ácidas (laranja, tangerina, abacaxi, kiwi etc.);

4- O ideal é passar a manhã apenas com frutas, tomando outro suco ou comendo frutas no meio da manhã. Caso opte por outros alimentos, aguardar 1 a 2 horas após as frutas.

Observações:

Pão: Se não precisar perder peso, ou sentir muita necessidade de comer pão, procure comer 1 a 2 horas após as frutas. O pão deve ser integral feito SEM gordura hidrogenada ou óleos vegetais (pessoas com intolerância ao glútem não devem comer pão de trigo).

Leite: Evitar ao máximo. Se optar por usá-lo, utilize o tipo A ou B integral em sacos, e misture 1/3 de água para torná-lo desnatado. Evite o UHT em caixas. Preferir o iogurte feito em casa (sem químicos), feito com o leite desnatado descrito. Os laticínios devem ser evitados por quem deseja emagrecer ou apresenta sintomas de intolerância (rinites, congestão nasal, má digestão, gases etc.).

Café: Deve ser evitado por pessoas com tendência à ansiedade, insônia, gastrite, anemia, osteoporose. Nunca utilizar com açúcar ou adoçantes, exceto stevia pura.

LANCHE À TARDE E ANTES DE DORMIR:

Mesma orientação acima, exceto a água com limão.

ALMOÇO E JANTAR:

1- ½ do prato deve ser de vegetais, preferencialmente, crus e orgânicos (sem agrotóxicos). Podem ser também grelhados ou refogados, considerando que ao expor os vegetais ao calor, parte das vitaminas são perdidas e quase todas as enzimas também. Evitar molhos industrializados, sobretudo maionese, por conterem gordura trans, hidrogenada e ômega 6. Preferir azeite extra-virgem e vinagre de boa qualidade e limão com ervas finas.

2- 1/3 do prato deve ser de arroz integral misturado com alguma leguminosa (feijão, lentilha, ervilha, grão de bico etc.).

3- 1/3 do prato deve conter uma proteína de alto valor biológico, em ordem decrescente de preferência:

Tofu (queijo de soja), peixes (evitar salmão por ser de cativeiro alimentado com rações industriais), frango e ovos (caipiras, não de granja industrial), carnes vermelhas magras (evitar ao máximo).

Observações:

Evitar líquidos às refeições, principalmente AÇUCARADOS OU ADOÇADOS COM ADOÇANTES. Caso sinta muita necessidade, prefira um pouco d´água sem gás, não muito gelada.

As massas podem substituir o arroz integral, nas mesmas proporções, desde que sejam integrais, para pessoas que não possuem intolerância ao glútem.

DICAS PARA CONSTIPAÇÃO INTESTINAL:

Para o bom funcionamento do nosso organismo, manutenção da saúde e longevidade com qualidade de vida, é de vital importância a eliminação das toxinas e resíduos do metabolismo. Para que isso ocorra é necessário termos, no mínimo, uma eliminação do conteúdo intestinal todos os dias.

O resultado do acúmulo de toxinas em decorrência da irregularidade no trânsito intestinal, reflete-se das formas mais variadas. Acne, envelhecimento precoce da pele, digestão lenta, má assimilação com carência de nutrientes, fadiga crônica, colon irritável, tensão pré-menstrual, irritabilidade, câncer, são alguns exemplos.

Causas de Constipação:

Alimentos refinados com baixos teores de fibra;

Açúcar e produtos que o contém;

Quantidades insuficientes de líquidos;

Vida sedentária;

Medicamentos: antiácidos, antidepressivos, anticonvulsivantes, diuréticos etc.

Recomendações para prevenção e tratamento:

1- Misture quantidades iguais de semente de linhaça moída no liquidificador + farelo de trigo + farelo de aveia e guarde em um pote. Adquira ameixas secas sem semente (1 quilo). Cozinhe alguns minutos e amasse com um garfo para transformar em uma pasta e guarde em um pote. Misture uma colher de sopa da pasta de ameixas e das fibras e tome no desjejum e antes de dormir. Guardar os potes em geladeira;

2- Beber pelo menos 2 litros de água mineral de boa qualidade ao dia;

3- Praticar atividades físicas regulares;

4- Evitar alimentos pobres em fibras e enzimas digestivas como bolos, doces, pão branco, massas, alimentos industrializados em geral;

5- Aumentar os alimentos ricos em fibra e enzimas digestivas como legumes, verduras, frutas, pães e biscoitos integrais, arroz integral;

6- Mamão engolindo as sementes e mastigando parte delas;

7- Laranja engolindo o bagaço;

8- Iogurte natural;

9- Tomar 1 colher de sobremesa de óleo de linhaça prensado a frio pela manhã;

10- Evitar o uso de laxantes;

11- Regularizar o ritmo intestinal, indo ao banheiro no mesmo horário todos os dias, mesmo sem vontade;

12- Suco de Clorofila: tomar 1 copo pela manhã, e antes de dormir.

Receita:

1 maçã picada com casca e sem semente;

1 pepino médio;

3 folhas de couve ou quantidade equivalente de outra hortaliça rica em clorofila (agrião, rúcula, hortelã etc.);

Bater em centrífuga ou liquidificador (SEM ÁGUA)

1- 1 maçã e as folhas verdes socando com o pepino;

2- Coar com uma rede de filó.

Escrito por Jorge Pedro Alves Jamili – Médico da Clínica do Dr. Olympio Faissol; Membro fundador e da diretoria do Colégio Brasileiro de Medicina Anti-Envelhecimento; Membro do corpo docente do Curso de Pós-graduação em Medicina Anti-Envelhecimento do Colégio Brasileiro de Medicina Anti-Envelhecimento.

Fonte: idmed

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook