Atualizado em: 22 outubro 2012

Déficit de Atenção - O que é e como tratar

O deficit é um transtorno se caracteriza por frequente comportamento de desatenção, inquietude e impulsividade.
Você Sabia?
Que o Deficit é uma síndrome caracterizada por desatenção, hiperatividade e impulsividade causando prejuízos a si mesmo e aos outros em pelo menos dois contextos diferentes (geralmente em casa e na escola/trabalho.

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

O déficit de atenção é um transtorno que frequentemente aparece na infância, ela está relacionada a um mau funcionamento do córtex cerebral, os sintomas normalmente são a falta de atenção, a criança perde o foco das atividades quando ocorre algum tipo de barulho ou movimentações o que leva a perca de aprendizado, esquece objetos e perdem os mesmo várias vezes.

A criança que possui déficit de atenção costuma estar em movimento constante, ficar parado é impossível, tanto com as mãos como com os pés, Uma criança com déficit de atenção tem grande problemas escolares que podem ocasionar sempre brigas com os colegas de sala, suspenções escolares e expulsões, além de problemas como depressão, baixa estima e ansiedade.

publicidade:

Como Tratar

O tratamento para o problema é multidisciplinar, o medicamento para o tratamento é o cloridrato de metilfenidato ele age aumentando a liberação de monoaminas ( a serotonina, noradrenalina e dopamina) através de um bloqueio na receptação, o que faz com que melhore a disponibilidade destes neurotransmissores frente aos receptores.

Esse tratamento ajuda a criança a controlar seus impulsos, é liberado seu movimentos sem finalidades o que estimula a criança dominar seu próprio corpo colocando-o em um espaço adequado. É utilizados normalmente para o tratamento exercícios físicos, musicas, dança, pintura e modelagem para as crianças.

Informações

Outra medida para o tratamento do problema é o psicoterapia de apoio que ajuda a diminuir a ansiedade, pois os problemas das crianças com déficit de atenção têm problemas não somente na escola mas em casa e na sociedade também.Em alguns casos é indicado a reeducação psicomotora.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook