Atualizado em: 20 fevereiro 2013

Crianças e Insetos - Cuidados e Perigos

O calor e a grande quantidade de chuva dos últimos meses tem trazido uma grande quantidade de insetos nocivos ao homem para dentro das cidades
Você Sabia?
Que embora não haja um consenso entre os entomologistas, estima-se que existam de 5 a 10 milhões de espécies diferentes, sendo que quase 1 milhão destas espécies já foram catalogadas
crianças e insetos 2

Os insectos atuais são geralmente pequenos e têm o corpo segmentado, protegido por um exosqueleto rígido de um material conhecido como quitina.

As crianças com sua curiosidade natural, querendo descobrir o mundo, muitas vezes correm perigos, sem nem mesmo terem a noção de que o ambiente pode feri-las.Com o calor e as chuvas constantes aumenta e muito o número de insetos na natureza e nas cidades também.

Só que as crianças podem sentir vontade de se aproximar e tocar esses insetos que se forem peçonhentos, podem causar desde feridas difíceis de curar até a morte das crianças.

publicidade:

Veja o que fazer quando a criança sofrer  picadas de insetos

Primeiro lave a região da picada com água e sabão

Se o ferrão ainda estiver no local, retire-o cuidadosamente com uma pinça; esterilizada sob fervura, sem apertá-lo. Lave a picada com água e sabão

Faça compressa de água fria ou gelo e aplique pomada anestésica

Em caso de coceira excessiva, use um creme anti-histamínico

Nos casos de forte reação alérgica o mais indicado é procurar um médico imediatamente.

Caso a criança apresente sintomas como tontura, dificuldade para respirar, perda de consciência, vá correndo ao hospital: pode ser uma reação alérgica. Se a criança for alérgica, use o remédio indicado pelo médico.

Picadas de animais peçonhentos como  cobras, aranhas e etc

Para mordida de cobra, a primeira coisa a se fazer é identificar o tipo da cobra, para que se possa aplicar o soro correto.

No caso de aranhas e escorpiões também é importante saber o tipo do animal, para que se possa aplicar o tratamento adequado a cada tipo de ataque.

È muito importante que não se faça torniquetes, aplique gelo sobre a ferida ou mesmo que se tente sugar o veneno.

O correto é que se leve a criança o mais rápido possível a um hospital, para que receba o atendimento correto.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook