Atualizado em: 3 outubro 2013

Indicações de uso do Colar de Âmbar

Os colares de âmbar para bebés estão a tornar-se moda em Portugal, sob pretexto de diminuírem o desconforto do nascimento dos primeiros dentes.
Você Sabia?
Que os colares são adornos para pescoço e colo, que surgiram há tempos remotos. Os adornos têm origem religiosa.
download (1)

Colar de âmbar melhora a dentição do bebê

Os colares de âmbar para quem não sabe são considerados como modas para bebês europeus com o pretexto de diminuir o desconforto que eles sentem durante o nascimento dos primeiros dentinhos, mas os pediatras e também especialistas no assunto dizem que é uma tendência perigosa e deve ser abolida.

Estes que são vendidos em lojas de pedras semipreciosas, bem como blogs, sites na internet e ainda páginas do facebook, eles poderão custar em torno de 15 a 25 euros e são apresentados como uma espécie de remédio homeopático tradicional para os dentes do bebê.

publicidade:

Sobre o Âmbar Báltico

De acordo com informações o âmbar báltico é mais conhecido por reduzir toda a acidez no corpo humano de forma totalmente natural, e no bebê a utilização constante do colar ajuda a reduzir os sintomas relativos a dentição, bem como a vermelhidão nas bochechas, gengivas inchadas, assaduras, febres, erupções cutâneas, entre vários outros, é o que dizem os sites que comercializam este tipo de artigo.

Informação

É interessante citar que os pais aderem em primeiro lugar para auxiliar os bebês os possíveis problemas existentes provocados pelos seus primeiros dentes. E em segundo lugar talvez por toda a questão existente estética. Com isto aos poucos está a se tornar algo como parte de uma moda. Existem mães inclusive que não tiram os colares dos filhos nem para eles dormirem.

Além de não existir qualquer tipo de evidência científica que podem ajudar a diminuir o desconforto bem como a inflamação da dentição, os colares de âmbar ou mesmo de outros materiais não devem ser utilizados em crianças antes de seus quatro ou cinco anos pelo menos devido ao perigo de asfixia.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook