Atualizado em: 24 agosto 2011

Cisto No Ovário - Tudo que você Precisa Saber

Tudo que você precisar saber sobre cisto no ovário. Veja o que é, quais os sinais e sintomas, os riscos que ele oferece, além de tudo sobre o tratamento.

Na correria dos dias de hoje é necessário ter muito cuidado com relação a nossa saúde. Muitas vezes não temos tempo nem para nos atentar com relação aos sinais e sintomas que nosso organismo produz, como tentativa de mostrar que algo está errado. Um dos problemas que acaba passando sem que a mulher perceba é o cisto no ovário.

O que é o cisto no ovário?

Os ovários são órgãos responsáveis pela produção de hormônios femininos como estrogênio e progesterona e estão localizados um de cada lado do útero, além de serem responsáveis também pela liberação do óvulo. O cisto nada mais é do que o acúmulo de fluidos envolvidos por uma parede fina dentro de um ovário.  É uma alteração mais comum em mulheres entre 20 e 35 anos, em idade reprodutiva.

publicidade:

Sinais e Sintomas

A presença de cisto no ovário pode provocar acnes, aumento de pêlos, obesidade, dificuldade para engravidar, irregularidade no ciclo menstrual ou, pelo contrário, hemorragias. Além de todos esses sinais e sintomas, a presença de cisto também pode aumentar os riscos de câncer de endométrio, de infarto e de diabetes

Sangramento é normal?

O mais normal é que ocorra o cessamento do sangramento menstrual, mas também pode ocorrer o inverso. Assim como a presença de cistos pode cessar o sangramento menstrual, também poderá ocorrer o sangramento excessivo. Isso ocorre devido a ruptura ou torção do cisto, o que pode ocasionar em dor abdominal aguda severa juntamente com a hemorragia

A mulher com cisto pode engravidar? Quais são os riscos?

Em casos mais graves de cistos, pode haver problemas com relação a liberação do ovário, pois em casos graves as vezes é preciso que haja a retirada dos dois ovários, o que é raro. Além disso, estudos relatam que a presença de cistos podem aumentar os riscos de aborto espontâneo nos três primeiros meses. Com a presença do cisto, a fertilidade da mulher pode estar comprometida, ficando mais difícil engravidar, pois o óvulo que será gerado e liberado será de baixa qualidade e terá dificuldade de se implantar no útero. Uma vez que o óvulo não seja implantado, ele é então liberado e o endométrio o “expulsa” do organismo, causando o aborto espontâneo. Também podem haver problemas hormonais.

Por isso é extremamente importante que haja uma detecção precoce, para que o tratamento se torne mais eficaz, evitando que o problema se agrave e leve até a infertilidade.

Tipos de Cistos

São quatro tipos existentes de cisto no ovário. Confira abaixo as imagens de cada um e o respectivo tipo de cisto:

 

           

Funcionais               Serosos               Teratomas          Endometrióticos

O tipo do cisto presente no ovário irá influenciar diretamente no tipo do tratamento escolhido pelo médico. Por isso é muito importante o conhecimento dos quatro tipos.

Riscos Futuros e Tratamento

Ao contrário do que a maioria das mulheres pensam, a presença de cistos nos ovários não são fatores de risco para o câncer de ovário, ao menos que o cisto seja maior que 10cm e possuam áreas sólidas e líquidas. A maior preocupação das mulheres que possuem cistos é relacionado a fertilidade, pois a presença de cistos não tratada poderá levar a mulher a infertilidade.

O tratamento poderá ser realizado através do uso de anticoncepcionais, assim como a prevenção também. Uma vez instalado o cisto, o mais indicado é que haja punção do líquido do cisto, aspirando e murchando o cisto ou a cirurgia, que será realizada através de videolaparoscopia para que haja a retirada do cisto. O tratamento irá depender do tamanho, da localidade e das características do cisto encontrado.

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook