Atualizado em: 18 abril 2013

Cirrose Hepática: Causas, Diagnóstico e Tratamento

Fique ligado e conheça os principais sintomas desta doença que afeta ao figado, a Cirrose Hepática que é um processo crônico. Veja ainda como é diagnosticada e tratada!
Você Sabia?
O consumo regular de álcool levando a chamada esteatose hepática, o chamado fígado gorduroso o que poderá evoluir para uma hepatite alcoólica e ainda para finalizar a cirrose e falência hepática.
Cirrose Hepática 01

A Cirrose Hepática é um mal que ataca o figado e pode fazer muito mal ao funcionamento do seu corpo. (Reprodução)

A Cirrose Hepática nada mais é do que o resultado final de anos de agressões ao fígado, sendo assim caracterizada por sua substituição do tecido hepático, este normal por nódulos e ainda tecidos fibrosos.

Visto de uma maneira mais profunda, este tipo de condição nada mais é do que a cicatrização do fígado, onde deveria haver tecido funcionante existe apenas uma fibrose, ou seja uma cicatriz.

publicidade:

Sintomas

Como se pode esperar, quanto mais extensa for esta cirrose, menor será o número de células saudáveis e ainda maior é o grau de insuficiência hepática. Em uma última análise, a cirrose é considerado um estado de falência do fígado, um órgão nobre sem o que não teremos como conseguir sobreviver.

Diagnosticos e Tratamento

Esta que nada mais é do que uma causa prevenível de cirrose. O consumo sendo diáriou ou mesmo prolongado de álcool poderá levar ao desenvolvimento de várias lesões hepáticas. E com isto por mais que algumas pessoas possam achar pouco, em torno de 720 ml de cerveja ou mesmo de 300 ml de vinho consumidos diariamente já podem ser considerados fatores de risco para as doenças do fígado, principalmente em mulheres.

Hepatites

As hepatites principalmente as do tipo B e C, são causas bastante comuns de lesão do fígado, podendo ainda levar a cirrose depois de muitos anos de doença ativa. Por muitas vezes os pacientes sequer desconfiam por serem portadores de um dos vírus e somente descobrindo muitos anos depois quando os sintomas mais graves costumam aparecer.

É uma doença auto imune, onde o organismo começa de forma inapropriada a produzir uma série de anticorpos contra o próprio fígado como se ele fosse um invasor, um corpo estranho que não deve nos pertencer.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook