Atualizado em: 8 julho 2010

Calcanhar de Maracujá


Um problema de saúde devastador. Assim é o “Calcanhar de Maracujá”.

A DOENÇA

O calcanhar de maracujá foi uma doença que acometeu uma paciente americana.

E de um pequeno corte, uma coisa boba, foi ficando um corte cada vez mais profundo e infeccionado.

Isso devido a uma complicação de uma diabetes.

O calcanhar de maracujá causou uma necrose de 5 centímetros de diâmetro no seu calcanhar que partiu do tecido que já estava corroendo os ossos.

A situação piorou quando com todos os tratamentos da medicina não trouxeram resultados e a doença foi se agravando.

A paciente americana chegou a um ponto tão grave que se cogitou até mesmo amputar o pé dela e com complicações causadas pelo tratamento com antibióticos já temia a necessidade de um transplante, neste caso de medula óssea, em função de efeitos colaterais causados pelos medicamentos.

SOLUÇÃO

Eis que surge um tratamento alternativo.

Um tratamento em que se usa larvas no restabelecimento das ferimentos.

A paciente então encontra uma dermatologista que vai usar larvas brancas na recuperação dos ferimento nos pés da paciente.

Sendo assim rapidamente foram colocadas 600 larvas no pé esquerdo e 400 no pé direito e as larvas deveriam estar lá no ferimento por 48 horas, as quais iriam se alimentar deste tecido morto, limpando o lugar e promovendo a cicatrização.

DEU CERTO

Com a retirada das larvas, que com a retirada das gases pareciam sementes de maracujá, todo o tecido necrosado foi retirado pelas larvas brancas e o local está pronto para a cicatrização.

E a paciente teve o seu calcanhar totalmente recuperado!

Hoje, a paciente recuperou sua qualidade de vida que quase perdeu se não tivesse tido a coragem de investir em um tratamento que vai além da medicina tradicional.


Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook