Atualizado em: 7 outubro 2011

Café e pimenta para emagrecer

As duas teorias foram comprovadas por pesquisa. Saiba como a pimenta e o café agem no seu corpo para causar o efeito do emagrecimento.

Pimenta e café ajudam sim a emagrecer, não que uma tenha alguma relação com a outra, mas cada uma tem o seu efeito. O melhor de tudo é que essas duas teorias foram comprovadas por pesquisa, ou seja, não é uma dieta falsa por aí que você encontra em qualquer capa de revista ou site da internet.

Café

A teoria do café foi comprovada através de uma pesquisa realizada na  Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) pela nutricionista Rosana Costa. Ela diz que beber, diariamente, até cinco xícaras de café coado ou filtrado não altera os índices de colesterol (LDL e HDL) ou de triglicérides e ainda ajuda a emagrecer.

publicidade:

Além disso, a cafeína, apesar de muito julgada, dá uma ação antioxidante, e também age como estimulante, aumenta o metabolismo do corpo e ajuda na queima de calorias.

A maneira ideal de fazer o café é o segredo para a perca de peso. É exatamente o café coado e filtrado que oferece o efeito desejado, seja ele coado com pano ou filtrado com papel.

É importante dizer que já há algumas dietas por aí do café, mas saibam que não são as meneias corretas de conseguir o objetivo desejado. O ideal mesmo é ter uma alimentação balanceada e usar o café apenas como uma ajudinha.

Pimenta

Cientistas da Universidade Laval, em Quebec, no Canadá, com cientistas do Centro de Ciências Alimentícias de Wageningen, na Holanda mostraram através de pesquisas que a pimenta é um fator muito importante para o combate a obesidade.

Antes disso ser revelado, já sabia-se que a pimenta combatia  a dor de cabeça até artrite, passando por reumatismo, má digestão, colesterol alto e doenças circulatórias, mas a obesidade era novidade.

Segundo o estudo, o fruto da pimenteira derreteria os estoques de energia acumulados em forma de gordura corporal. Isso graças à capsaicina, substância presente na parte mais esbranquiçada, onde ficam as sementes. Como é a capsaicina que arde, o título desta reportagem é justo. O mecanismo é simples. Para quebrar os nutrientes da comida e absorvê-los, nosso aparelho digestivo trabalha duro e gasta muito combustível. A capsaicina faz com que ele, nas horas de serviço pesado, se abasteça nos depósitos gordurosos. Esse processo, ainda por cima, aumenta a temperatura corporal e, para dissipá-la, lá se vão mais calorias e calorias.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook