Atualizado em: 27 agosto 2012

Blefarite, Caspas no cílios: Causas e Tratamento

Saiba mais sobre a Blefarite e Caspas no cílios que são são causadas por elas, e veja como controlar a irritação sobre este incomodo para a área sensível dos olhos.
Você Sabia?
A Blefarite é uma doença crônica! Por isso não existe cura, mas sim tratamento onde podemos estabilizar e melhorar os sintomas. O tratamento básico refere-se à higiene palpebral e uso de colírios lubrificantes para melhorar a qualidade da lágrima.

Inflamação que não é contagiosa na região das Pálpebras, a Blefarite deixa uma camada oleosa no elevo lacrimal e pode causar caspas nos cilhos. (Divulgação)

É um dos tipos de infecção ocular mais evidente no mundo todo. Atacando em qualquer tempo e idade, a Blefarite nada mais é do que uma inflamação que ocorre nos olhos, mais precisamente nas pálpebras e tem sua origem em fontes alérgicas e apresentam milhares de sintomas de formas aleatórias, um dos mais conhecidos talvez seja os famosos flocos brancos, que as pessoas costumam denominas de “caspa nos cílios”.

Causas e Sintomas

Assim como toda doença, essa também pode ser classificadas em dois tipos: Blefarite posterior: aquela que tem seu foco na parte posterior da pálpebra, e tem como resultado um desequilibro nas glândulas sebáceas que ficam naquela região. Blefarite anterior: é aquela que tem seu foco na parte anterior da pálpebra, parte essa que fica próxima as raízes dos nossos cílios e tem como resultado o que conhecemos como Dermatite, seborreia, ou popularmente chamada de caspa.

publicidade:

Tem seus sintomas mais comuns e videntes o lacrimejamento excessivo, certa ardência nos olhos, coceira, sensação de incomodo, de corpo estranho, determinada descamação ou supuração dos cílios, turva visão, dor incomoda, certa sensibilidade a luz, entre outros.

Com o passar do tempo esses sintomas vão tomando proporções um pouco maiores podendo acarretar complicações como a triquíase que é o crescimento dos cílios na parte interna dos olhos. É um problema serio e que deve ser tratado por um médico especialista.

Tratamento

Atualmente, dados revelar que aproximadamente 30% da população contem essa doença e não sabem, trata de forma inadequada trazendo danos a saúde dos olhos. O melhor a fazer é procurar um oftalmologista se você  perceber a presença desses sintomas para que o mesmo te receite o medicamento adequado para a inflamação, que se tratada de forma correta, é  rápida e segura.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook