Atualizado em: 15 julho 2011

Aas Protect - Bula, Posologia e Preço

Tudo sobre esse medicamento extremamente importante no tratamento de diversas enfermidades. Saiba qual a sua ação, suas indicações e contraindicações aqui.

Quando estamos doentes, ir ao médico é imprescindível, pois somente ele poderá dar o diagnóstico com base em exames laboratoriais juntamente com a história clínica do paciente. Sempre que vamos ao médico relatando alguma dor, um medicamento é prescrito com o objetivo de amenizar aquele desconforto. Alguns não sabem realmente quais são as ações dos medicamentos que são prescritos. Por isso que nós tentamos esclarecer e explicar de uma maneira mais simples pra quê que serve diversos remédios que são usados pela população. Nesse artigo você saberá mais sobre o Aas Protect, sua ação, indicações e contraindicações. Saiba tudo no decorrer do artigo.

O que é e para quem é indicado?

O medicamento Aas Protect é um medicamento com o objetivo de impedir a ação plaquetária. Esse medicamento é indicado para quem possui angina pectoris estável e instável, para pessoas que sofreram infarto do miocárdio, é usado na redução do risco de morbidade e mortalidade também no caso de infartos, para prevenção secundária de AVC (acidente vascular cerebral), prevenção primária de infarto em pessoas que possuam os fatores de risco.

publicidade:

Contraindicações

O Aas Protect é contraindicado em pacientes que possuam hipersensibilidade a ácido acetilsalicílico ou a qualquer componente do medicamento. Contraindicado também em pessoas com dispepsia, com diátese hemorrágica ou portador de alguma doença gástrica. A administração do Aas Protect ainda deve ser evitado em pessoas com lesão hepática grave e em hemofílicos. Caso ele precise ser usado durante a gravidez, consultar o médico antes para saber dos risco que o medicamento poderá oferecer ao feto.

Reações adversas

O componente ácido acetilsalicílico podem provocar dores abdominais, náusea, azia, vômitos, irritação da mucosa gástrica e sangramento digestivo. Isso normalmente acontece quando a dose a ser tomada é alta e quando o tratamento é por tempo prolongado. O uso prolongado do ácido acetilsalicílico em altas doses tem sido associado com diminuição da função renal. Tontura e zumbido podem ocorrer como sintomas de superdose, principalmente em crianças e idosos.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook