Ascaridíase

Lugares que possuem um saneamento básico inadequado são lugares propensos a proliferação de bactérias, fungos e parasitas. Por esse motivo que muitas pessoas se contaminam facilmente, pois moram em lugares que a água não é tratada e que há diversos focos bacterianos. Um dos problemas que é muito comum nesses lugares é a presença da Ascaridíase. Saiba mais sobre essa doença.

O que é?

A ascaridíase é resultado de uma infestação do parasita Ascaris lumbricoides  no nosso organismo. É um parasita mais encontrado no intestino e cerca de 25% da população possui esse parasita. Como citado anteriormente, é uma infestação que ocorre normalmente em lugares que não possuem saneamento básico de qualidade. É um patógeno que é mais conhecido como lombriga, caracterizada por possuir corpo alongado e em forma de cilindro, podendo medir até 40 centímetros de comprimento. Existem fêmeas e machos, sendo as fêmeas maiores do que os machos. Em um único hospedeiro pode ter até 600 destes indivíduos, o que é extremamente surpreendente.

Como se pega?

A contaminação da ascaridíase se dá pela ingestão dos ovos do parasita que estão no solo, em água ou em alimentos contaminado ou mesmo pelo manuseio de algo contaminado. Quando esse parasita chega até o intestino, ele libera larvas que atravessam as paredes do órgão e caminham para os vasos sanguíneos e linfáticos, por isso se espalha facilmente pelo organismo. Ao chegar no intestino, os parasitas de reproduzem e liberam cerca de 200 mil ovos por dia, que são consequentemente liberados pelas fezes do indivíduo, deixando demais indivíduos propícios para a contaminação.

Sintomas

Em muitas pessoas a doença é assintomática, ou seja, não produz sintomas e nenhum tipo de manifestação. Mas no geral, a ascaridíase pode causar: dor de barriga, diarréia, náuseas, falta de apetite, entre outros. A larva pode contaminar as vias respiratórias, fazendo o indivíduo apresentar tosse, catarro com sangue ou crise de asma.

Tratamento e Prevenção

O tratamento é realizado através de medicamentos que visam acabar com os parasitas. Mas o mais importante é que haja prevenção, lavando muito bem as mãos, fervendo a água antes de beber ou antes de utiliza-la para qualquer coisa e lavar muito bem os alimentos com a água fervida. De preferência também deixar de molho com um pouco de cloro, para evitar que algum parasita consiga se proliferar.