Atualizado em: 1 agosto 2011

Artrite Reumatóide Juvenil

Todas as informações sobre essa doença que afeta as articulações das crianças, a Artrite Juvenil. Saiba sua causa, sinais e sintomas e qual o melhor tratamento.

Existem problemas articulares que são responsáveis pela deformidade de diversas pessoas. Deformidades são as sequelas que uma determinada doença acaba deixando para o indivíduo que a possui. Algumas doenças assim são genéticas, outras são adquiridas por alguns transmissores, fatores imunológicos e fatores externos, entre outros modos. Uma doença que faz parte do grupo de doenças debilitantes é a Artrite Juvenil. Saiba mais sobre essa doença não muito conhecida e os problemas que ela causa.

O que é?

A Artrite Reumatóide Juvenil,é uma doença inflamatória crônica que agride as articulações e outros órgãos, como a pele, o coração e os olhos. É uma doença que se caracteriza por dor, aumento de volume e de temperatura de uma ou mais articulações. É uma doença que afeta crianças e sempre se inicia antes dos 17 anos de idade.

publicidade:

Ainda não se sabe a causa exata da Artrite Juvenil, mas algumas hipóteses existem. Fatores imunológicos, infecciosos e genéticos estão envolvidos. Alguns estudos mostram que existe uma certa tendência familiar e que alguns fatores externos, como infecções bacterianas e virais, o estresse emocional e os traumatismos articulares podem atuar como desencadeantes da doença.

Sinais e Sintomas

O diagnóstico da doença é feito através da presença de artrite em uma ou mais articulações tendo duração de 6 semanas ou mais, coisa que não acontece em crianças, por isso o nome da patologia Artrite Juvenil. Sintomas como dor e inflamação articular estão presentes e além disso pode ser observada uma certa dificuldade na movimentação ao acordar, fraqueza ou incapacidade na mobilização das articulações, além de febre alta diária.

Tratamento

O tratamento é basicamente medicamentoso e consiste no uso de antiinflamatórios, glicocorticoides, drogas e Fisioterapia e Terapia Ocupacional. Em muitos pacientes a doença é controlada até o final da adolescência. No entanto, alguns podem apresentar doença crônica com períodos de melhora e piora que persistem até vida adulta.

O tratamento da Artrite Juvenil não deve ser interrompido, pois poderá ocasionar em severas consequências irreversíveis, tendo uma piora do quadro inflamatório e ocasionando em deformidades articulares, levando a incapacidade física.

A fisioterapia tem grande importância no tratamento, pois irá reabilitar o indivíduo, recuperando e fazendo a manutenção da mobilidade das articulações acometidas. O tratamento com a fisioterapia deve se iniciar o mais cedo possível para que se possa evitar graves deformações. O principal objetivo da fisioterapia na Artrite Juvenil é reabilitar o paciente para a realização das atividades diárias rotineiras, através do fortalecimento muscular, alongamento de tendões e aumento da amplitude de movimento articular.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook