Atualizado em: 19 fevereiro 2013

Alimentos que protegem o Fígado

Além de uma alimentação equilibrada, existem alguns nutrientes que atuam como desintoxicante no fígado
Você Sabia?
Que o fígado, além de produzir em seus processos diversos elementos vitais, ainda age como um depósito, armazenando água, ferro, cobre e as vitaminas A, vitamina D e complexo B.
PARA O BLOG DA COSFA

A cebola fortalece os vasos sanguíneos, é antialérgica e protege o fígado.

É necessário ter uma alimentação muito equilibrada para proteger o fígado, além de nutrientes certos para que possa evitar de algumas inflamações hepáticas.

A medicina tem inúmeros avanços, como os transplantes hepáticos e medicamentos, existem também suplementos naturais que ajudam as vitaminas também, de complexo B, especialmente a vitamina B-12 e o ácido fólico.Elas diminuem em caso de doença, pois as doses são elevadas de vitamina C, esta vitamina ajuda a reduzir inflamações hepáticas, como a famosa hepatite.

publicidade:

Alimentos que protegem o Fígado

Aos minerais, o selénio é devido á todas as suas características antioxidantes, ajuda a reduzir a incidência da hepatite. Existem outros nutrientes antioxidantes que podem ser muito úteis á você, ajudam o fígado a ganhar uma certa imunidade, assim afastando as doenças.

Principalmente suplementos como lecitina e fatores lipotrópicos, tem apresentado ótimos resultados na prevenção de esteatose hepática, que deixa o fígado “gordo”. A destruição de células hepáticas ajuda a proteger o fígado dos excessos de álcool por exemplo. O ácido lipólico também é recomendado por nutricionistas no tratamento de doenças como inflamações hepáticas, devido à atuação dos desintoxicantes no fígado, protegendo do álcool e da exposição sobre metais pesados.

Aminoácidos

Também existem aminoácidos que atuam em beneficio sobre todo o funcionamento do fígado. Entre eles se destacam a taurina, o SAM-e, o NAC e os BCAA. No que diria respeito ao sistema hepatobiliar, as plantas medicinais, tem três tipos de ações principais: a colerética, a colagoga e a de proteção da célula hepática.

Devido á isso, as plantas de ação colerética ajudam a aumentar toda a quantidade de bílis segregada por todo o fígado. A mesma fica armazenada na vesícula biliar, até que os alimentos passem pelo fígado, provocando o seu esvaziamento pelo intestino, assim ajuda a aumentar a sua produção, com as propriedades da planta colerética descongestionando o fígado, o favorecendo na digestão, estes tipos de plantas são especialmente usadas nas alterações hepáticas.

Vídeo sobre o Fígado

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook