Atualizado em: 21 agosto 2013

Religiões mais antigas que o Cristianismo

O cristianismo é uma religião abraâmica, da mesma forma que o Islamismo, portanto fique atento as nossas informações abaixo.
Você Sabia?
Que a história do Cristianismo retrata 2000 anos de história da religião religião cristã e suas Igrejas
historia-do-cristianismo

O cristianismo também é a religião de Estado de diversos países.

A Igreja Católica Romana poderá ser levada em consideração como uma igreja sem data de fundação, ela vem inclusa através do CRISTIANISMO. Com isto em seu início houve a chamada igreja primitiva e não a católica Romana que conhecemos atualmente, este é o resultado de uma série de alterações que foram feitas a partir de uma igreja primitiva.

A origem do cristianismo considerado primitivo vem antes do ano de 208 DC nas ilhas Britânicas, o que não se sabe de forma exata quando ele pode se estabelecer na região, e que não tinha nem mesmo ligação alguma com o Romanismo papal.

publicidade:

Comunidades Cristãs

Durante os primeiros séculos houve uma grande comunidade cristã, esta que era muito mais acessível do que a de atualmente e não considerava pagãos como hereges, ou seja, todos poderiam ter a religião que queriam sem a intromissão de católicos ou de governos.

Foi então que aos poucos foram se formando vários dogmas com pastores, além de presbíteros e evangelistas; foram homens veneráveis como Policarpo, discípulo do apóstolo João, Inácio, Papias, Justino, Irineo, Origenes, João Crisóstomo entre diversos outros pontífices.

Sobre a Igreja Cristã

A igreja cristã acabou recebendo o nome de Católica no chamado Concílio de Constantinopla, este que era presidido através do imperador Romano Teodósio com o decreto chamado “CunctosPopulos” no ano de 381.

Foi então que durante o ano de 33 ao 196 depois de cristo a igreja primitiva não aceitava nenhum tipo de doutrinas anti bíblicas, e somente depois desta data é que começou toda a corrupção do Cristianismo. E até a segunda metade do século II nenhum tipo de documento afirmava de forma expressa a estada e o martírio de Pedro em Roma. Foi então que somente a partir do século IV foi que se começou a falar sobre a possibilidade de Pedro ser a pedra fundamental da igreja, e isto vinha ligado de forma íntima com a pretensão dos bispos de Roma.

Vídeo sobre o Cristianismo

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook