Modificado em: 21 janeiro 2013

Dicas para enlouquecer uma mulher na cama!

O mais importante é não estar preocupado somente com a sua própria satisfação, mas lembrar de descobrir o corpo da parceria e lhe proporcionar prazer também. Além disso, vale a pena estar aberto a usar sua criatividade e sua imaginação.

Antes de mais nada, esqueça a sua preocupação com o tamanho do pênis. Segundo Margot Saint-Loup em seu livro “177 Maneiras de Enlouquecer uma Mulher na Cama”, isso é irrelevante na hora do sexo porque a vagina só possui terminações nervosas nos seus três ou quatro primeiros centímetros.

A personal sex trainer Fátima Mourah lembra que antes do sexo em si, é fundamental fazer com que a mulher se sinta desejada. Por isso, uma boa dica é despi-la lentamente, intercalando com beijos e carícias. “Antes da penetração, o homem precisa acariciar bem o corpo da parceira, com maior atenção às regiões mais sensíveis como seios, pescoço, lábios, dentro da coxa, bumbum e o próprio clitóris”, afirma.

Chegando ao clímax

As preliminares são um ponto muito importante para deixá-la nas nuvens. O homem se excita rapidamente, enquanto as mulheres precisam de mais tempo, então não negligencie essa etapa da relação.

Fátima Mourah afirma que uma massagem sensual é uma forma muito eficaz de excitar a mulher e você pode utilizar um óleo específico para esse fim que aquece a região e é comestível, ou seja, você pode aplicar em todo o corpo dela, inclusive no clitóris, e depois lamber.

As orelhas são uma área que pode ser estimulada de várias maneiras. Você pode deixar que ela escute a sua respiração ofegante, gemer baixinho, dizer coisas secretas, mordiscar o lóbulo ou lamber. E não esqueça o pescoço, uma região bastante sensível.

Acaricie a pele macia dos seios com a ponta dos dedos e brinque com os mamilos. Você pode apertar e usar a boca para dar prazer a ela, mas sempre com delicadeza.

O interior das coxas e o bumbum são partes do corpo dela que merecem um tratamento especial, assim como o períneo, região que fica entre a vagina e o ânus. Uma simples pressão com o dedo já é suficiente, mas para aumentar o prazer dela, faça movimentos circulares, acaricie e lamba.

Você pode também usar os dentes para mordiscar, mas bem de leve. Só aumente a pressão se houver o consentimento dela, e esse aumento deve ser gradual, não vá se empolgar e soltar toda a força dos seus maxilares sobre a pele dela. Vá aos poucos até perceber o limite dela. O mesmo vale para os arranhões, qualquer pegada mais forte precisa ser aprovada verbalmente, nada de “ela deu a entender que queria”. Apenas deixe os seios de fora dessa brincadeira, pois a pele nessa região é fina demais para suportar o atrito das unhas, mesmo que suavemente.

Esquentando a relação

Na hora do sexo oral, lembre-se que, quanto mais lento e delicado for o começo, melhor. Dedique a maior parte da sua atenção a acariciar o clitóris, mas não fique apenas nisso. Você pode usar as mãos para massagear os seios, por exemplo. O importante é não ficar em um único movimento todo o tempo, explore todas as opções que você tem para incrementar o sexo oral e descobrir os pontos que dão mais prazer à sua parceira. Um dica é passar uma pedra de gelo sobre a vulva e o clitóris por alguns segundos e logo em seguida usar sua boca para esquentar a região, abusando do contraste entre quente e frio.

Antes de penetrá-la, use seu pênis para provocar a parceira, esfregando-o em diferentes partes do seu corpo. Depois, comece a penetrar a vagina com delicadeza e bem devagar, pois os primeiros movimentos são dolorosos para algumas mulheres. “Para favorecer uma penetração mais profunda, peça à sua parceira que erga as pernas a fim de enganchá-lo pela cintura. Se ela tiver uma boa flexibilidade, você pode também dobrar-lhe os joelhos de encontro ao peito. Essa posição permite um atrito e uma pressão maiores sobre os lábios vaginais, o que é muito excitante para ela”, afirma Margot.

Ela ainda dá outra dica: experimente derramar um litro de água à temperatura ambiente sobre seus corpos unidos quando ela estiver quase gozando, pode ser sobre a cabeça, seios ou nos órgãos genitais. O contraste entre o frio da água e o calor dos seus corpos fará com que o orgasmo (de ambos) seja intensificado.

Por mais que você goste de estar no comando, deixe que ela assuma a posição por cima, que é mais excitante para ela, como lembra Fátima Mourah. Mas isso não significa que você deve ficar apenas curtindo a relação sexual. Faça a sua parte: use as mãos livres para acariciar o corpo dela, dê muitos beijos e diga palavras sensuais suspiradas ao ouvido. Você também pode fazer movimentos com o quadril enquanto ela faz a maior parte do trabalho. Procure estimulá-la a tentar outras posições, por exemplo, com ela ainda sobre você, peça que se vire de costas.

Uma posição que pode proporcionar muito prazer a ela é de quatro, quando ocorre a completa penetração do pênis alcançando o colo do útero. Cuidado com investidas muito agressivas, pois essa região é muito sensível. Se sua parceira for miúda, encoste-a na parede, segure-a pelo bumbum e deixe que ela enrole as pernas em volta da sua cintura. Essa posição dá a ela uma experiência de alta voltagem erótica.

O mais importante é sempre prestar atenção às carícias e posições sexuais que agradam à sua parceira. E para sair da monotonia, você pode apostar em objetos e vibradores, jogos, brincadeiras eróticas, toques, massagens e beijos diferenciados.


Fim da Ejaculação Precoce

Tratamento natural para acabar com a ejaculação rápida
Clique aqui e conheça

Como conquistar lindas mulheres

O Código da atração te ensina os segredos para conquistar qualquer mulher
Clique aqui e conheça

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook