Atualizado em: 24 outubro 2011

Poesias de Natal

Natal é uma época de amor, confraternização, alegrias, agradecimentos e solidariedade. Fase de expressarmos o valor das pessoas em nossas vidas e agradecer ao Criador o grande homenageado por mais um ano e por tudo que tivemos.

Não deixem de deixar uma mensagem para os amigos nesta data tão especial. Separamos para vocês algumas poesias que podem ser enviadas em forma de cartão para pessoas especiais.

publicidade:

Poesia I

O sino da minha aldeia,

Dolente na tarde calma,

Cada tua badalada

Soa dentro de minha alma.

E é tão lento o teu soar,

Tão como triste da vida,

Que já a primeira pancada

Tem o som de repetida.

Por mais que me tanjas perto

Quando passo, sempre errante,

És para mim como um sonho.

Soas-me na alma distante.

A cada pancada tua,

Vibrante no céu aberto,

Sinto mais longe o passado,

Sinto a saudade mais perto.

(Fernando Pessoa)

Poesia II

Natal… Na província neva.

Nos lares aconchegados,

Um sentimento conserva

Os sentimentos passados.

Coração oposto ao mundo,

Como a família é verdade!

Meu pensamento é profundo,

Estou só e sonho saudade.

E como é branca de graça

A paisagem que não sei,

Vista de trás da vidraça

Do lar que nunca terei!

(Fernando Pessoa)

Poesia III

Presença de Natal

É quase Natal…

Na solidão de meu quarto,

Olho por entre a vidraça embaçada:

Luzes ao longe,

Sons de canções distantes,

Risos, preces, fogos a ribombar na imensidão…

Desolado, penso naqueles que me estão ausentes.

Natal frio. Triste, desolador.

Meu olhar se perde na escuridão da noite estiolada.

Olho, mas não vejo nada:

Nada à frente. Nada no futuro…

Por que estou só?

Volto o olhar ao passado,

Relembro os dias de glória,

De fama, poder, vitória…

Onde estão vocês, fãs de outrora,

Amores de verdes anos,

Amigos de toda hora?

Falhei, falhastes, falhamos,

Onde foi que deixamos

Nossos sonhos, amizades,

Enganos e desenganos?

De repente… sons que aumentam,

Frases que se elevam,

Risos que me preenchem,

Euforia, esperança, canções, cheiro de amor…

Quem chegou? Quem bate…

Feliz Natal! Sinto que chegaste,

Chegaste, não, já estavas aqui,

Apenas eu não te via,

Que alegria!

Preenches o meu Natal,

Com carinho, luz e calor!

Amigo eterno, amigo de todas às hora

Não faltaste nunca, nem faltarias agora,

Como sempre, estás aqui,

Estás comigo, Senhor!

Na fé, nunca estamos sós…

Não há melhor companhia

Que termos juntos a nó

O Aniversariante do dia!

(Oriza Martins)

Nós do Sempre Tops lhes desejamos um Natal de amor e paz!

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook