Atualizado em: 29 setembro 2011

VIA processa Apple por violação de patentes

VIA Technologies processa a Apple nos Estados Unidos por violação de patentes. A empresa poderia estar defendendo os interesses da HTC, sua parceira de negócios.
Quartel General da VIA Technologies

Quartel General da VIA Technologies

A fabricante taiwanesa de circuitos integrados, chipsets, placas-mãe e memórias, VIA Technologies está processando a Apple por violação de patentes.

Parece que a guerra de patentes será um tema recorrente nos próximos anos, e a maioria destas reivindicações estão sendo feitas no setor de telefonia móvel e dispositivos portáteis, uma área com uma taxa de crescimento expressiva.

publicidade:

A maioria destas reivindicações gira em torno da Apple ou fabricantes que usam em seus dispositivos o sistema operacional Android.

Esta ação judicial movida pela VIA Technologies, também poderia estar dentro deste escopo. Lembre-se que a VIA Technologies possui laços estreitos com a HTC, uma empresa envolvida em várias disputas judiciais com a Apple.

A VIA Technologies apresentou um requerimento perante a Comissão do Comércio Internacional dos EUA e ante a Corte Distrital de Delaware. O processo acusa a Apple de infringir patentes detidas pela VIA Technologies na fabricação do iPhone, iPod, iPad, Apple TV e vários outros produtos da empresa de Cupertino.

O fabricante de chips de Taiwan, VIA Technologies, tem um grande portfólio com mais de 5.000 patentes.

De acordo com a VIA Technologies, todos os dispositivos da Apple baseados em iOS que usam processadores A4 e A5, violam três das suas patentes.

“Estamos determinados a proteger os nossos interesses e os interesses de nossos acionistas, se nossas patentes são violadas”, disse Wenchi Chen, CEO da VIA Technologies.

Apesar das declarações feitas pelo presidente da VIA Technologies, Wenchi Chen, o mais provável é que a empresa esteja exercendo pressão contra a Apple na defesa de processos movidos pela empresa de Cupertino contra a HTC.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook