Atualizado em: 3 outubro 2011

Tufão Nesat deixa 7 mortos nas Filipinas

Com um saldo de 7 mortos, 4 desaparecidos e centenas que precisaram buscar abrigo, Tufão Nesat pode trazer mais consequências para as Filipinas até o final de quarta-feira (28/09).
Passagem de Tufão Nesat deixa pelo menos 7 mortos

Passagem de Tufão Nesat deixa pelo menos 7 mortos e 4 desaparecidos nas Filipinas. (Foto: Divulgação)

Milhares de desastres naturais tem acontecido ultimamente. A natureza vem se voltando a cada instante com o homem, ocasionando tragédias como furacões, chuvas e tufões. Assim como o Tufão Talas que deixou milhares de mortos, o Tufão Nesat tem deixado grandes problemas para as Filipinas.

Nesta terça-feira (27/09) o tufão Nesat deixou marcas e mortos no norte das Filipinas. A passagem do tufão causou ventanias e chuvas fortes que levaram a inundações no país. Pelo menos sete pessoas morreram, quatro desapareceram e centenas de milhares tiveram de recorrer a abrigos. Segundo o Centro Nacional de Prevenção de Desastres, dentre todos os que sofreram com esse tufão está um bebê, que foi arrastado pela correnteza de um rio que transbordou na província de Cataduanes e dentre os mortos está uma família composta por uma idosa e seus três netos, que acabou morrendo na sua própria residência em Manila, quando uma árvore despencou sobre a construção. Ainda em Manila, o tufão deixou muitas ruas inundadas, a região ficou sem energia elétrica e o trânsito era impossível no local.

publicidade:

A região que foi mais atingida pela passagem do tufão, foi a de Luzon, localizada ao norte das Filipinas. Em Luzon, o tufão chegou antes do amanhecer e devastou muitos lugares e destruiu lavouras.

Medidas Preventivas

De modo a prevenir mais estragos e mortes, as aulas foram suspensas desde segunda-feira (26/09) e todos os estabelecimentos e organismos oficiais foram fechados, exceto órgãos responsáveis pelo salvamento e aqueles de assistência aos desabrigados.

[share]Além disso, as autoridades ordenaram a retirada de cerca de 100 mil pessoas de suas residências na segunda-feira (26/09), evitando assim um maior número de vítimas do tufão. De acordo com o serviço de meteorologia local, o tufão ainda causará estragos na região de Luzon até o momento em que irá se deslocar, provavelmente no final desta quarta-feira (28/09). O tufão irá se deslocar para o Mar da China Meridional, podendo provocar estragos também na China, na região sul.

A prevalência de tufões na região das Filipinas é de cerca de 15 a 20 tufões a cada ano no período chuvoso, que normalmente começa no mês de maio e junho, concluindo somente no mês de novembro. Dentre os tufões que já passaram por Filipinas, o último foi Nanmadol que passou pela região há cerca de um mês e deixou 35 pessoas mortas e mais de 400 mil pessoas afetadas.

Estragos causados pelo Tufão Nesat

Embarcações viradas devido a forte chuva e ventania causadas pelo Tufão Nesat. (Foto: Divulgação)

Moradores resgatam porco de rua inundada pelo tufão

Moradores das Filipinas resgatam porco em rua inundada pelo Tufão Nesat. (Foto: Divulgação)

Moradores se divertem com ondas gigantes

Devido a forte chuva e ventania causada pelo Tufão Nesat, o mar levava à encosta ondas gigantes, no qual os moradores se divertiam. (Foto: Divulgação)

Tufão atingiu as Filipinas com ventos muito fortes

Tufão atingiu as Filipinas com ventos de 140 km/h e rajadas de até 170 km/h

Estudantes voltam para casa por ter aulas canceladas

Aulas são canceladas desde segunda-feira (26/09), como modo de prevenção e proteção aos estudantes de Filipinas. (Foto: Divulgação)

Equipe faz isolamento para proteção de moradores

Equipe de salvamento faz isolamento para proteção de moradores contra o Tufão Nesat. (Foto: Divulgação)

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook