Atualizado em: 14 outubro 2011

Tiranossauro Rex era maior do que se achava

"Em seu momento mais rápido de crescimento, em seus anos de adolescência, ganhavam 5 quilos por dia", disseram os cientistas responsáveis pelo estudo.
Fósseis do tiranossauro "Sue" no Chicago Field Museum

Fósseis do tiranossauro "Sue" no Chicago Field Museum

O Tiranossauro Rex crescia mais rápido e era mais pesado do que se pensava, sugerindo que o temido predador teria sido um adolescente voraz, afirmaram cientistas britânicos e norte-americanos.

Usando imagens tridimensionais a laser e modelagem por computador, os cientistas estimaram o peso de cinco espécimes de Tiranossauro, incluindo a “Sue” do Chicago Field Museum, o maior e mais completo esqueleto de dinossauro conhecido.

30 por cento mais pesado

Eles concluíram que “Sue”, que vagava pelas Grandes Planícies da América do Norte há 67 milhões anos, teria pesado mais de 9 toneladas, ou cerca de 30 por cento mais do que o esperado.

Enquanto isso, o espécime menor e mais jovem, pesava menos do que se pensava, o que lança nova luz sobre a biologia dos animais e indica que o Tiranossauro crescia mais de duas vezes mais rápido entre os anos 10 e 15 anos, como sugerido em um estudo realizado há cinco anos.

Tiranossauro ganhava 5 quilos por dia na adolescência

“Em seu momento mais rápido de crescimento, em seus anos de adolescência, ganhavam 5 quilos por dia”, disse John Hutchinson do Royal Veterinary College, em Londres.

Os Hadrossauros, ou dinossauros bico de pato eram herbívoros comuns que viveram junto com os Tiranossauros. Eles eram o alimento obvio para carnívoros gigantes, fornecendo a estes, uma farta dieta.

Grande habitat e relativamente raros

A grande apetite significa que o Tiranossauro Rex teria precisado de um grande habitat e provavelmente foram relativamente raros. Seu rápido crescimento também sugere que ele deve ter tido uma alta taxa metabólica, o que alimenta a ideia de que eram de sangue quente.

Método digital

Os pesquisadores, liderados por Hutchinson e Peter Makovicky, do Field Museu, usaram imagens de esqueletos para construir modelos digitais e então adicionaram carne, usando a estrutura dos tecidos moles de aves e crocodilos como referência.

O Tiranossauro Rex é um dos animais pré-históricos mais estudados pela ciência.

Você também vai gostar disso!

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook