Atualizado em: 4 novembro 2013

Testes em Animais: Quais segmentos de mercado ainda usam animais para testes?

Atualmente a ciência tem se esforçado para reduzir e, na medida do possível, eliminar o uso de animais em pesquisas biomédicas
Você Sabia?
Que no início dessa era só havia grandes animais nos oceanos, dentro deles surgiram peixes com mandíbulas e ancestrais de aranhas e etc.
images (20)

Os testes com animais são experimentos a fim de produzir conhecimento científico aos seres humanos

De alguns meses para cá andam surgindo diversas polêmicas sobre os testes que são realizados em animais, como o caso da invasão de ativistas defensores de animais em um instituto de pesquisa que estaria tratando incorretamente cães da raça beagle para seus experimentos científicos.

Este fator reacendeu uma discussão bastante complexa, polêmica e precisa, pois existe a pergunta, será que é ainda preciso se fazer testes científicos em animais? Com isto é possível se realizar um apanhado de informações para que se possa esclarecer de forma totalmente imparcial este tipo de impasse que não irá ter um resultado certamente tão cedo.

publicidade:

Testes em Animais

Normalmente os testes em animais são feitos através de indústrias farmacêuticas e asinda cosméticas que surgem em nossa cabeça quando o assunto por sua vez é levantado, apesar disto não se engane, pois elas não são as únicas empresas que ainda empregam testes em animais.

As indústrias alimentícias fazem experimentos com seus ingredientes, além de conservantes e aditivos em animais antes de poder lanças os seus produtos existentes no mercado.É um fato certo que tudo o que consumimos em algum dia no passado distante ou não tão distante assim tem relações de testes com animais.

Informação

A maior parte dos pesquisadores não faz testes em animais porque gostam, bem pelo contrário, na verdade é bastante difícil encontrar alguém que queira fazer experimentos em ratos, cães, macacos ou ainda qualquer outro tipo de animal e não se sinta desconfortável com este processo, mas muitas vezes é preciso.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook