Atualizado em: 12 maio 2011

Sonda da NASA fotografa asteroide gigante

Uma sonda da NASA que atravessa o espaço rumo a um gigantesco asteroide, conseguiu uma fotografia de seu objetivo, a primeira de muitas antes de colocada na órbita do corpo espacial.

543687main_pia14118-43_946-710

A sonda Dawn tirou a foto na semana passada, quando estevava a 1.210.170 km do asteroide Vesta, que aparece com um ponto de luz brilhante rodeado por estrelas.

publicidade:

Lançada de Cabo Canaveral, na Flórida, em 2007, a sonda Dawn deve chegar a Vesta em julho, com a missão de orbitar o asteroide. O encontro terá lugar a 193 milhões de quilômetros da Terra. A nave espacial leva câmeras e instrumentos para o estudo da superfície do asteroide, quando em órbita.

Após um ano de investigação, a sonda Dawn se dirigirá para um asteroide maior, Ceres, e deve encontrá-lo em 2015.

Vesta e Ceres são os maiores corpos celestes no cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter. Imagens do telescópio espacial Hubble revelam que eles são geologicamente diferentes. Vesta é rochoso e seco, e parece ter uma superfície de lava congelada. Os cientistas esperam observar polo sul do asteroide, onde há uma enorme cratera de 460 km de comprimento e 13 km de profundidade. Muitos dos meteoritos encontrados na Terra procedem do impacto que criou a cratera em Vesta.

Ceres, por outro lado, é um corpo gelado. Acredita-se que ambos tenham evoluído em diferentes partes do sistema solar há mais de 4.5 bilhões de anos, aproximadamente o mesmo tempo que a formação de planetas rochosos, Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

O estudo pode ajudar os cientistas a aprender mais sobre o sistema solar. Outras sondas visitaram anteriormente alguns asteroides, inclusive pousando em sua superfície, mas Dawn será a primeira a visitar dois asteroides na mesma missão.

A nave é movida por motores iônicos, em vez de combustível de foguete, tornando a tarefa mais eficiente, permitindo viajar entre asteroides e orbitar a cerca de 193 km acima da superfície para estudá-los em profundidade. O projeto custou 357 milhões de dólares.

A NASA continua desempenhando um importante papel na exploração do Universo. Mantida com verbas do governo norte-americano, a instituição desenvolve estudos científicos que beneficiam toda a humanidade.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook