Atualizado em: 24 outubro 2011

Segundo profeta americano, mundo acabaria em Outubro

De acordo com o pastor americano Harold Camping, o fim do mundo será nesta sexta-feira, dia 21 de outubro de 2011. Além dessa, Camping já fez mais duas previsões que não deram certo, uma no ano de 1994 e outra em maio de 2011.
Fim do Mundo

O pastor americano Harold Camping fez previsões do fim do mundo em 1994 e em maio de 2011. Embora suas previsões tenham falhado, Harold tem certeza que agora o fim do mundo é certo. (Foto: Divulgação)

Muito já se especulou sobre o mundo e o seu suposto fim. Muitos acreditam na velha história de que o mundo realmente irá acabar no ano de 2012, outros preferem não acreditar em nada, enquanto alguns afirmam calorosamente que o fim do mundo irá acontecer hoje, dia 21 de outubro de 2011.

Não é a primeira vez que o profeta e pastor americano Harold Camping de 80 anos resolve profetizar e anunciar a todos que o mundo chegará ao seu fim. A primeira previsão ocorreu no dia 6 de setembro de 1994 e a segunda no dia 21 de maio de 2011. Segundo as revelações do profeta, o mundo estaria passando por um período de destruição constante que duraria cerca de cinco meses, chegando até o dia final, no caso hoje, dia 21 de outubro de 2011.

publicidade:

Camping reconheceu que errou as previsões anteriores e reagendou o fim do mundo para o dia 21 de outubro. Dessa vez, o profeta não tem dúvidas e afirma com toda certeza que o fim acontecerá nesta sexta-feira. “Deus é misericordioso e decidiu não punir a humanidade com cinco meses de sofrimento”, diz o pastor Harold Camping. Vários seguidores de Camping e cristãos que o acompanham na igreja deixaram suas casas para se preparar para o Juízo Final.

Fim do mundo e a matemática

[share]A previsão do pastor americando está baseada em trechos da Bíblia e na numerologia. A matemática começa com os números de dias que se passaram desde que Jesus foi crucificado. Embora a data seja um pouco controversa, o pastor assume que teria sido na verdade no dia 1º de abril do ano 33. No caso, o dia 21 de maio de 2011 marca 722.500 dias desde a crucificação de Jesus, o que também pode estar escrito assim: (5 x 10 x 17) x (5 x 10 x 17). Segundo Camping, o número 5 simboliza a reparação, 10 representa completude e o número 17 o paraíso. Então, o pastor retirou passagens da Bíblia para conseguir dar significados iguais aos números e ‘profetizar’ o fim do mundo.

O fim que nunca chegou

Harold Camping

O pastor americano Harold Camping que já anunciou o fim do mundo duas vezes, diz que suas previsões são baseadas em passagens da Bíblia e na matemática da numerologia. (Foto: Divulgação)

O pastor Harold Camping não foi o único a tentar profetizar o fim do mundo. Desde o ano de 1954 pessoas tentam desvendar qual o rumo do planeta. Uma dona de casa diz ter recebido informações de outro planeta chamado ‘Clarion’, informações de que o planeta seria ‘reciclado’, que muitas pessoas morreriam e que os continentes seriam destruídos.

Em 1982, um pastor chamado Pat Robertson afirmou que o mundo acabaria no mês de novembro do mesmo ano.  “Garanto que em 1982 a humanidade vai chegar ao Juízo Final”, disse o pastor em entrevista a um programa de televisão. Já no ano de 1992, Lee Jang Rim, um pregador da Coreia do Sul afirmou que o mundo acabaria e diversos dos seus seguidores abandonaram suas casas e doaram suas economias à igreja. O religioso acabou sendo preso.

No ano de 1999, Shoko Asahara, líder de um culto no Japão, diz ter tido uma ‘revelação espiritual’ em 1989 durante uma viagem ao Himalaia. Shoko sempre dizia que o mundo iria acabar no ano de 1999 com uma guerra nuclear. Como isso não aconteceu, o líder resolveu ele mesmo dar início ao fim, foi quando coordenou um atentado no metrô de Tóquio, em que 12 pessoas morreram e milhares ficaram feridos. Asahara foi condenado à morte e aguarda o cumprimento da sentença.

Em 2000, Credonia Mwerinde, uma entitulada profetisa, liderou um movimento suicida que pregava o fim do mundo na virada do milênio. Cerca de 3.000 membros do movimento foram envenenados, enforcados ou tiveram a cabeça esmagada. No dia 17 de março, Mwerinde reuniu 600 membros restantes em uma igreja encharcada de gasolina, onde foi colocado fogo e todos morreram queimados.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook