Atualizado em: 30 agosto 2011

Governo anuncia redução de 20% de álcool na gasolina

Diminuição deve ocorrer, pois produção para próximo ano não deve ser maior do que a atual, diz o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão.

Após reunião com a presidente Dilma Rousseff, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão diz que o governo irá reduzir de 25% para 20% a proporção da mistura de álcool anidro na gasolina. Essa mudança irá ocorrer a partir do 1º de outubro e a informação foi dada no dia 29 de agosto, segunda-feira.

Lobão afirma que a safra do ano que vem não será melhor do que a atual, e por isso é preciso já tomar providência, olhando não apenas para esse ano, mas para a safra futura. Além disso, Lobão afirma que é isso funciona como uma medida de segurança contra o desabastecimento do mercado e contra preços altos. Além dessa medida, também serão adotadas medidas complementares que já foram anunciadas, como a “estocagem”.

publicidade:

Nos próximos dias

Lobão diz que as medidas serão anunciadas nos próximos dias após uma reunião, aonde estarão reunidos o ministro da Fazenda Guido Mantega, além do ministro da Agricultura Mendes Ribeiro e a ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann.

A quebra da safra de cana-de-açucar no Centro-SUl e os impactos das perdas nas lavouras para produção de etanol foram minimizados nessa última sexta-feira pelo ministro. Mesmo que tenha havido redução de toneladas de materia-prima nas safras de 2010 a 2012, a perda foi classificada pelo ministro como “pequena”.

A redução da mistura do etanol na gasolina não é discutida de agora. No dia 27 de julho, o governo federal anunciou que essa decisão seria adiada por 30 dias. Nesse tempo, Lobão disse que “não há desabastecimento de etanol e, muito menos, de gasolina” que exigisse uma alteração neste momento.”

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook