Atualizado em: 19 outubro 2011

Philips vai demitir 4.500 funcionários

Os cortes visam reduzir custos para aumentar os lucros trimestrais, visto que estes níveis caíram para resultados iguais a de dois anos atrás.
Estádio do Manchester United iluminado pela Philips

Estádio do Manchester United iluminado pela Philips

A fabricante de produtos para iluminação, Royal Philips Electronics NV, planeja executar um plano de redução do quadro de funcionários que afetará 4.500 dos seus trabalhadores.

Os cortes visam reduzir custos para aumentar os lucros trimestrais, visto que nos últimos resultados trimestrais apresentados pela empresa, estes níveis caíram para resultados iguais a de dois anos atrás.

publicidade:

De acordo com um comunicado emitido pela Philips, com este novo plano, a redução de custos será de 800 milhões de euros.

Durante o terceiro trimestre fiscal da Philips Electronics, os ganhos foram de 368 milhões de euros, uma redução significativa, considerando que durante o mesmo período do ano anterior foi 647 milhões de euros.

Frans van Houten, CEO da empresa, disse que, embora este seja o maior corte de funcionários feito pela Philips desde 2009, o ambiente econômico atual faz com que o corte seja inevitável se você quiser aumentar os lucros.

A Philips anunciou em abril passado, que se desmembrará o negócio de fabricação de televisores com a criação de uma joint venture. A Philips, que irá controlar uma quota de cerca de 30 por cento, poderia finalizar este processo de desmembramento antes do ano terminar.

De acordo com analistas, a Philips pode se recuperar a partir deste corte de funcionários.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook