Atualizado em: 25 junho 2011

Novo portal do Vaticano chega dia 29

Santa Sé planeja lançar o novo portal no dia 29, no 60º aniversário de ordenação sacerdotal do Papa Bento XVI. O próprio pontífice poderá colocar o site no ar.

Novo portal do Vaticano chega dia 29O Vaticano, que teve alguns problemas de comunicação neste pontificado, continuará seu intento de ingressar em novas mídias com lançamento de um portal de notícias que o próprio papa poderia colocar online em poucos dias.

Bento XVI tem acompanhado de perto o desenvolvimento do site, que pela primeira vez reunirá informações que o Vaticano atualmente gerencia em vários meios de comunicação, em um portal que trará aos seu usuários todo este conteúdo de forma centralizada, segundo funcionários da Santa Sé.

publicidade:

O novo portal, www.news.va, será lançado oficialmente na quarta-feira (29), o 60º aniversário da ordenação do Papa Bento XVI como sacerdote, um feriado para a Igreja Católica.

O Arcebispo Claudio Maria Celli, chefe do escritório do Vaticano que desenvolveu o novo portal, disse que o próprio pontífice poderia colocar o site online com um simples clique do Palácio Apostólico. “Eu acho que devemos educar a Cúria Romana para o verdadeiro significado de comunicação”, disse Celli neste sábado (25), durante uma conferência de imprensa enquanto oferecia detalhes do portal de notícias.

“Pouco a pouco se dará conta que este é o verdadeiro significado de estar presente, de ter uma relevância”, disse o religioso, sentado debaixo de uma reprodução da Virgem de Guadalupe.

Este é o último passo do Vaticano para levar sua mensagem evangelística para um público maior, que sabe como lidar com a Internet. Anteriormente, a Santa Sé fez incursões no Facebook, Twitter e YouTube. É também um passo importante para Bento XVI, de 84 anos, que sofreu vários problemas de comunicação durante a maior parte de seus seis anos de pontificado, em grande parte por causa de uma grande burocracia no Vaticano, que nem sempre se comunica internamente de forma eficaz.

Entre seus problemas de comunicação, está um discurso sobre o Islã e violência em 2005, a reabilitação de um bispo que nega o Holocausto, bem como seus comentários recentes sobre preservativos e HIV, exigindo esclarecimentos de pelo menos três funcionários do Vaticano, entre outros episódios.

Embora o portal se destine principalmente a divulgar notícias do Vaticano, Celli disse que espera que ajude a melhorar a comunicação interna da Santa Sé, permitindo que seus diferentes departamentos se informem do que fazem os demais, os ajudando a fornecer ao mundo uma mensagem mais harmônica.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook