Atualizado em: 22 agosto 2011

Mais de 2.000 correm risco de perder o Bolsa Família

É preciso que haja o recadastramento dessas famílias, saiba como fazer isso e aonde fazer.

De acordo com a Secretaria Municipal do Governo de Marília, mais de 2.000 indivíduos correm risco de perder o Bolsa Família. Isso tudo devido a inconsistência em alguns dados enviados por famílias para ganho do Bolsa Família. Os dados cadastrais de cada família são enviados e permanecem na secretaria, passando por um processo de auditoria, momento em que é detectado quiasquer informação irreal ou inconsistente.

Alterações nas informações familiares

Esses erros nas informações ocorrem devido a alguma alteração na família, como falecimento de integrantes familiares que não esteja declarada, entre outras alterações que devem ser comunicadas ao Governo Federal. Por motivos assim que o Governo obriga as famílias a efetuar um recadastramento a cada dois anos. É preciso que as famílias cadastradas no Bolsa Família realizem a atualização de suas informações no período estipulado, caso contrário, as famílias poderão perder o benefício.

publicidade:

Todas as famílias que se encontram nessa situação, que precisam recadastrar as suas informações, foram ou ainda irão ser comunicadas através de carta que são entregues pelo correio.

Recadastramento do Bolsa Família

Cerca de 400 famílias que receberam o aviso já se recadastraram. “Recebi a carta e não perdi tempo. Faz dois anos que recebo o benefício e ajuda muito nas compras de material escolar e roupa para os meus dois filhos”, diz Edna Barbosa da Silva, 32, moradora do Jardim Marília que recebe benefício de R$ 134.

Para recadastrar o benefício é preciso comparecer até o dia 31 de outubro, de segunda a terça-feira no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) na rua Joaquim Francisco Doumo, 1.564, no Jardim Santa Antonieta, das 8h30 às 16h, onde uma equipe estará para efetuar o recadastramento das famílias. Para quem não se recadstrar, além de perder o benefício também terá que ir para o final da fila para novo pedido do benefício, fila que tem aproximadamente 4.200 pessoas.

O recadastramento também poderá ser feito no Departamento do Programa Bolsa Família na rua Coronel José Braz, 239 das 8h às 17h. Os documentos necessários são CPF, RG, carteira de vacinação dos filhos, comprovante de residência, entre outros.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook