Atualizado em: 19 janeiro 2014

Hiroo Onoda Morre aos 91 anos: Soldado da 2º Gerra ficou 30 anos escondido na Selva

Morreu aos 91 anos o soldado japonês que ficou na selva por 30 anos sem saber que a guerra havia acabado.
Você Sabia?
Muitos soldados japoneses se recusavam a acreditar na derrota e decidiram continuar a luta em nome do imperador Hirohito e eles ficaram conhecidos como “os loucos do Imperador”
Morre Hiroo Onoda, um exemplo de obediência ao imperador ( Foto: Divulgação)

Morre Hiroo Onoda, um exemplo de obediência ao imperador ( Foto: Divulgação)

O soldado imperial japonês Hiroo Onoda morre aos 91 anos nesta quinta-feira, 16 de janeiro e este soldado possui uma particularidade já que ele ficou 30 anos escondido na selva das Filipinas até 1974 porque achava que a Segunda Guerra Mundial não havia acabado.

Como tudo aconteceu?

O oficial dos serviços secretos especializado em técnicas de guerrilha Hiroo viveu escondido na ilha Filipina de Lubang durante 30 anos e no coração da selva lutando pela sobrevivência. Ele ficou na selva pela obediência ao imperador já que a ordem era nunca se render e manter-se firme até chegar reforços. Ele e mais três soldados obedeceram cegamente às ordens e ignoravam que a guerra já havia acabado.

publicidade:

A existência destes quatro guerreiros ficou conhecida em 1950 quando um deles resolveu voltar para o Japão e foi enviada uma mensagem aos três que ficaram inclusive Hiroo que o Exército Imperial havia sido derrotado, mas ele nunca acreditou permanecendo na floresta vigiando as instalações militares e algumas vezes atacando soldados filipinos. Seus companheiros morreram e embora as autoridades fizessem buscas na floresta não achavam Hiroo.

Quando ele foi encontrado ninguém conseguia convencê-lo que a Guerra havia acabado e foi necessário que seu ex-comandante fosse até ele em 1974 para lhe ordenar que se rendesse. Hiroo embora não acreditasse na derrota, retornou ao Japão e percebeu quanto o país havia mudado crescido e se recuperado.

Este grande soldado viveu alguns anos em uma fazenda aqui no Brasil e em 1984 retornou ao Japão e inaugurou um campo de juventude onde ensinava técnicas de sobrevivência que foram as técnicas que o manteve vivo por 30 anos na selva a mercê de todos os perigos.

Realmente um exemplo de luta e obediência!

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook