Atualizado em: 21 junho 2011

Hacker do Lulzsec preso

Ryan Cleary, um rapaz britânico de 19 anos, obcecado por computadores, foi preso acusado de mal uso do computador e crimes cibernéticos, em operação conjunta da Scotland Yard e o FBI.

Hacker do Lulzsec presoPoucas horas depois do ataque cibernético contra a New Scotland Yard, agentes prenderam um jovem de 19 anos na cidade de Essex, identificado pela imprensa britânica como Ryan Cleary. Segundo estas fontes, o jovem poderia ser membro do LulzSec, um grupo de hackers que reivindicou o ataque.

A prisão foi uma operação conjunta da New Scotland Yard e o FBI. De acordo com o jornal britânico The Guardian, a polícia interrogou Cleary esta tarde em uma delegacia de Londres sobre a onda de ataques a computadores da Agência Britânica contra o Crime Organizado (SOCA), o Senado dos EUA, a CIA, Nintendo e Sony que haviam sido reevindicados pelo grupo hacker Lulz Security, mais conhecido como Lulzsec.

publicidade:

A prisão ocorreu após uma investigação sobre invasões de rede e ataques DDoS (Distributed Denial of Service) contra uma série de agências de inteligência e empresas que, acredita-se, ser obra do mesmo grupo de hackers, disse a polícia metropolitana.

De acordo com a mãe do rapaz em declaração feita à BBC local, seu filho tem sido obcecado por computadores desde os 12 anos. “Computadores foram o seu mundo”, disse ela.

O que eu não li em lugar nenhum é que Ryan Cleary fazia parte do grupo de hackers Anonymous e foi expulso do mesmo por ter roubado senhas, comprometido servidores do seu próprio grupo e se rebelado contra seus líderes.

Desde então parece que Cleary procura notoriedade de alguma forma, e alguns dizem ser ele o líder do Lulzsec, embora, após sua prisão, outros integrantes do grupo tenham vindo a público negar esta história.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook