Atualizado em: 28 janeiro 2010

Fotos da Jornalista que morreu fazendo lipo

A jornalista, Lanusse Martins de 27 anos, morreu enquanto fazia uma lipoaspiração em uma clínica em Brasília. Lanusse tinha se internado na manhã da última segunda-feira, 25/01, na clínica Pacini, que fica no Edifício Pacini, na 915 Asa Sul, para fazer uma lipoescultura. Ela morreu no início da tarde.

publicidade:

O hospital tem licença da Vigilância Sanitária do Distrito Federal e todos os equipamentos de segurança necessários, como desfibriladores. A direção do hospital informou que os médicos tentaram reanimar a jovem por uma hora, mas não conseguiram.

Ontem, 27/01, Sete pessoas da equipe responsável pela cirurgia de lipoaspiração da jornalista prestaram depoimento na 1ª Delegacia da Polícia Civil de Brasília. O único que não compareceu ao depoimento foi o cirurgião Hackel Cabral. Ele alegou um problema de saúde e apresentou um atestado médico de 15 dias.

Segundo os peritos, Lanusse teve uma lesão grande, provocada por instrumento cirúrgico, o que ocasionou a ruptura da parede de algum órgão ou vaso sanguíneo. A polícia ainda não sabe quais órgãos foram comprometidos, e ela [polícia]investiga se a morte de Lanusse foi causada por erro médico.

A Vigilância Sanitária esteve presente na clínica na manhã desta quarta e não encontrou qualquer irregularidade na unidade.

Lanusse era repórter na TV Justiça e em 2009 também trabalhou na TV Globo Brasília.

Todo cuidado é pouco na hora de fazer uma cirurgia plástica.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook