Atualizado em: 20 março 2012

Estudante Roberto Curti é morto por Policiais em Sidney

As pistolas elétricas, que causam descargas de 400 volts, são utilizadas pelas forças de segurança em países como Austrália, Reino Unido e Estados Unidos para render agressores em situações que não justificam o uso de armas de fogo.
Você Sabia?
Armas de raio são um tipo de arma de energia dirigida e constituem-se num acessório clássico e difundido da ficção científica. Podem apresentar vários nomes, como raio da morte, raio de calor, desintegrador, arma laser etc.
Estudante Roberto Curti é morto por Policiais em Sidney

Foto Divulgação: (Roberto Curti/ Morto por policiais em Sidney).

Roberto Laudisio Curti, este é o nome do brasileiro morto longe das terras brasileiras.

O caso

  • Não se sabe até onde o mundo vai parar com tantos problemas em relação a mortes e desastres, assuntos que estão sempre deixando as pessoas preocupadas, ou seja, muitas vezes, quando olhamos para a TV, no deparamos com situações muito desconfortáveis, algo como as mortes de pessoas inocentes, seja no Brasil ou não, esta é a verdadeira realidade.
  • Muitos devem ter ouvido falar do caso em que o brasileiro Roberto Laudisio Curti morreu pelas pelas descargas de pistolas elétricas durante uma perseguição policial na em Sidney no último domingo (18).
  • De acordo com informações, Curti, de 21 anos, estava no país para estudar inglês, e ele havia chegado no lugar no final do ano passado!
  • O caso para quem ainda não sabe, está estampado em vários jornais e revistas do mundo todo. Em nota, foi dito que o fato ocorreu da seguinte maneira, após ter sido perseguido por cinco agentes que portavam a pistola tase e sprays de pimenta, o abordaram friamente, e sem que ele tivesse com qualquer coisa em mãos, os agentes usaram os armamentos para agredi-lo.

O ocorrido foi por volta das 5h30 (horário local). Em nota, foi dito que, o rapaz não teria parado, não recebendo as ordens de parada dos agentes, até que eles o perseguiram e fizeram o inesperado, dispararam contra o homem por três vezes, e como ele, meio que desnorteado caiu, os agentes chegaram novamente e por mais três vezes o atingiram com o taser.

publicidade:

Testemunhas viram

Não se sabe realmente o que se passa em cada uma testemunhas que acompanharam o fato de perto, relataram e confirmaram a ação citada, confirmando que, antes do Curti ter sido abordado e enfim, ser sido acertado pelos agentes, ele protagonizou um incidente em uma loja.

Segundo a polícia, Curti entrou no estabelecimento pedindo ajuda. Depois disso, teria roubado um pacote de biscoitos e fugido. Após ser atingido, e enquanto se debatia, ele gritou por ajuda, segundo testemunhas, e em seguida ficou quieto. Câmeras de segurança filmaram a ação e vão ajudar na investigação.

Um porta-voz do Consulado Brasileiro na Austrália indicou que o jovem vivia com sua irmã e com seu cunhado em Sydney. Muito cuidado a todos os que não obedecem a ordem de uma abordagem da polícial, se não devem, parem para ser revistados, dependendo da situação, a ação dos policiais é inevitável, e mesmo vendo que você está bem arrumado e vindo do trabalho, eles devem fazer o trabalho deles.

O Ministério de Relações Exteriores informou que acompanha as investigações do caso e o Consulado do Brasil em Sydney está em contato com as autoridades locais. Saiba detalhes sobre a morte do brasileiro acessando (noticias.r7.com).

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook