Atualizado em: 18 novembro 2010

Deloitte Panamericano

A maior empresa de Auditoria do mundo, Deloitte, mostrou-se indignada com a reportagem que saiu ontem, dia 17 de novembro, na Folha de S. Paulo, na qual, dizia que a empresa teria maquiado o rombo de R$ 2,5 bilhões nas contas do Banco PanAmericano.

publicidade:

De acordo com a reportagem feita pelo jornalista Maria César Carvalho para a Folha de S. Paulo A Deloitte mandou na última semana para o banco PanAmericano e para o Banco Central o balanço do terceiro trimestre da instituição financeira de Silvio Santos como se ela não tivesse um rombo de R$ 2,5 bilhões – R$ 2,1 bilhões são do banco e R$ 400 milhões da área de cartão de crédito.

O banco de Silvio Santos, diante do rombo, precisou obter socorro financeiro do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), depois de detectar o “buraco” no balanço financeiro, que é, inclusive, maior do que o patrimônio do banco – 44 empresas subordinadas à holding SS Participações, entre elas o SBT, a Jequiti, a Liderança Capitalização (Tele Sena) e o Baú da Felicidade.

Pra quem não sabe, O buraco do Banco PanAmericano foi descoberto pela fiscalização do Banco Central em agosto, mas a Deloitte só ficou sabendo do problema no mesmo dia em que o PanAmericano fez um comunicado ao mercado -no último dia 7.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook