Atualizado em: 13 março 2013

Coréia do Sul e Coréia do Norte: História e Brigas Políticas

A Coréia do Norte divulgou que o primeiro alvo de ataque sul coreano, em caso de conflito bélico será a Ilha de Baengnyeong
Você Sabia?
Que a Segunda Guerra Mundial foi um conflito militar global que durou de 1939 a 1945, envolvendo a maioria das nações do mundo – incluindo todas as grandes potências – organizadas em duas alianças militares opostas: os Aliados e o Eixo. Foi a guerra mais abrangente da história, com mais de 100 milhões de militares mobilizados.
Coréia do Sul

A Coreia do Norte ameaçou fazer uma “guerra sem quartel” contra a Coreia do Sul e os Estados Unidos,

Historia

Os conflitos entre Coréia do Sul e Coréia do Norte se originaram na divisão do território da Coréia após a Segunda Guerra Mundial. No processo de ocupação das áreas tomadas pelo Japão, os Estados Unidos ficaram com o sul da península Coreana, enquanto a União Soviética ficou com a parte norte do território.

Os norte-coreanos se inspiraram na revolução comunista de 1949 e decidiram, no ano de 1950, tentar unificar as Coréias, por meio de uma declaração de guerra ao Sul. Começava então a Guerra da Coréia, que durou de1950 à1953. Sendo que um lado tinha  o apoio das tropas soviéticas e o outro, tinha o apoio dos militares americanos.

publicidade:

A guerra da Coréia terminou com ambos os lados voltando para os limites do seu território,  mas apesar da assinatura do Tratado de Pan-munjom, ter acabado com a guerra naquele momento, um acordo de paz nunca foi realmente assinado, e a  Coréia do Sul e Coréia do Norte continuam oficialmente em guerra até hoje.

Brigas Politicas

Nos anos seguintes, enquanto a Coréia do Sul modernizou sua indústria e se transformou em  um dos principais países exportadores da Ásia, a Coréia do Norte manteve o sistema comunista de governo, com um controle rígido sobre os meios da produção.

As duas Coréias, entretanto, continuaram investindo fortemente em suas Forças Armadas. Na Coréia do Sul a meta, estava no treinamento das tropas e na aquisição de caças e tanques americanos. Na Coréia do Norte, foi desenvolvido um polêmico programa nuclear que culminou, em 2006, com o primeiro teste de uma bomba atômica por parte do país.

Com o desenvolvimento de armas nucleares por parte da Coréia do Norte, houve um aumento das tensões na região e no mundo, o que provocou intensificação das sanções econômicas da ONU (Organização das Nações Unidas) contra o país. Entretanto, analistas acreditam que a situação só não se desenvolveu em um novo conflito por causa da bomba atômica desenvolvida pela Coréia do Norte,  que vem  desencorajando um ataque da Coréia do Sul.

Entretanto em março de 2010, um ataque com torpedo atribuído a um submarino norte-coreano provocou o afundamento da corveta Cheonan, da Marinha da Coréia do Sul, onde 46 militares morreram na ação. Sendo que este ataque foi fortemente condenado pela comunidade internacional.

Mas o que está acirrando os ânimos na região é  o lançamento de um foguete em dezembro de 2012 pela Coréia do Norte . Este foguete foi considerado por Seul e seus aliados como um míssil balístico. E piorando a situação em fevereiro de 2013, a Coréia do norte realizou o terceiro teste nuclear. Teste este ao qual o Conselho de Segurança da ONU respondeu com novas sanções contra o governo da Coréia do Norte.

O desfecho desta história não se sabe, mas o fato da Coréia do Norte ter rompido com os acordos de não agressão com a Coréia do sul, aumenta perigosamente a possibilidade de uma nova guerra, com a possibilidade da intervenção não apenas da ONU, mas novamente dos Estados Unidos.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook