Atualizado em: 16 março 2011

Consequências da Explosão Nuclear do Japão

Após o terremoto que aconteceu no Japão, parece que a série de problemas não tem mais fim, é um atrás do outro. O principal deles que agora está sendo muito discutido em todos os telejornais e jornais impressos é o caso da usina nuclear de Fukushima, a mais próxima ao epicentro.

publicidade:

De acordo com o G1, sem eletricidade, houve um desligamento do sistema de refrigeração, e técnicos tentavam conter a pressão do vapor que se acumulava. Foi decretada uma zona de exclusão num raio de dez quilômetros de uma das usinas, e 50 mil moradores retirados da região.

As autoridades aconselharam a evitar água da torneira que pode ser contaminada por radioatividade. O conselho está sendo seguido até em Tóquio, a mais de 300 quilômetros da usina.

Consequências

Duas explosões na central nuclear de Fukushima alimentaram nesta segunda-feira o temor de um desastre atômico. Se esse desastre acontecer, literalmente será a destruição do Japão.

O Jornal de Santa Catarina explica que as explosões desta segunda-feira no reator número 3 de Fukushima 1 deixaram 11 feridos, mas o edifício e o reator não foram danificados, segundo a Agência de Segurança Nuclear do Japão. Uma explosão foi registrada no sábado no reator número 1, matando um técnico e deixando 11 feridos.

 

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook