Atualizado em: 25 abril 2011

CERN pode ter descoberto a "partícula de Deus"

A nota diz que os cientistas do ATLAS relataram a primeira observação experimental no Large Hadron Collider do que poderia ser a “partícula de Deus”.

Considerado como o mais ambicioso projeto científico recente, depois de dois anos e meio de trabalho, o Large Hadron Collider (LHC, em Inglês) pode ter finalmente alcançado seu objetivo.

A publicação de um memorando em um blog especializado, gerou um forte debate científico, porque, aparentemente, os peritos que trabalham no Grande Colisor de Hádrons descobriram o bóson de Higgs, também conhecido como “partícula Deus”, que espera-se permitir entender a formação de todas as partículas após o Big Bang.

publicidade:

O rumor começou quando um comentarista anônimo postou um resumo de uma nota interna do CERN no blog do matemático Pedro Woitas, da Universidade de Columbia.

A nota diz que os cientistas do ATLAS (um dos quatro detectores de partículas do LHC) relataram a primeira observação experimental no Large Hadron Collider do que poderia ser o bóson de Higgs ou partícula de Deus.

Para detectar o bóson de Higgs, o Large Hadron Collider mede a energia das partículas antes e depois da colisão, em seguida, um sensor reconstrói as partes, momento em que pode ser encontrada a partícula de Deus.

Alguns físicos dizem que a nota pode ser uma brincadeira, enquanto outros acreditam que a “detecção” é provável e que talvez fosse uma anomalia estatística que irá desaparecer assim que realizarem estudos no futuro. No entanto, se isso for verdade, o achado seria um grande avanço na área de estudos da física de partículas.

“Se isso fosse verdade, seria muito emocionante”, disse o físico Sheldon Stone da Syracuse University.

Antes disso, cientistas do CERN pediram cautela na gestão da informação, enfatizando que mesmo isso não foi devidamente testado e poderá ser mais uma vez, ser um alarme falso.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook