Atualizado em: 3 julho 2012

Caso Mércia Nakashima - Acusados e Julgamento

O advogado Mizael Bispo de Souza foi transferido para o presídio da Polícia Militar Romão Gomes, após de seu cúmplice Evandro Bezerra Silva e ele ficarem foragidos por mais de um ano, desde Dezembro de 2010. Os acusados foram decididos pela justiça a irem à júri popular, determinando o fim do caso. Mas mesmo assim, o caso continuará, pois a decisão de júri ainda não foi decidida, após o crime contra a advogada Mércia Nakashima.
Você Sabia?
Depois do crime, o irmão de Mércia, Márcio Nakashima e a mãe Janete Nakashima sofreram acidentes e perseguições. No caso de Márcio, aconteceram ambos. Em Outubro de 2010, o carro de Márcio foi atingido por um policial do mesmo batalhão que Mizael. No dia 23 de Janeiro, Márcio e Janete foram perseguidos por m
Caso Mércia Nakashima

Depois de mais de um ano foragidos, Mizael Bispo de Souza e o vigia Evandro Bezerra Silva irão à júri popular, mas sem datas.

O caso de Mércia Nakashima levou repercussão nacional durante esses dois anos. Depois de ficar foragido desde o final de 2010, o advogado e ex-policial Mizael Bispo de Souza retornou no início desse ano. Seu advogado Haddad Junior, eles ainda esperariam lutar na justiça. Ao que parece, as provas, por mais que algumas estejam claras, dificilmente Mizael não será punido completamente

O Julgamento

Em Março desse ano, o júri popular foi escolhido. Entretanto, a justiça ainda não divulgou as datas do julgamento, que havia sido adiantado duas vezes. O advogado suspeito Mizael Bispo de Souza foi transferido para o presídio da Polícia Militar Romão Gomes. O vigia, Evandro Bezerra Silva, também acusado de ter participado do crime, foi preso no último sábado (23). Ele deu seu último depoimento, afirmando que, não sabia do ocorrido, pois estava na presença de amigos.

publicidade:

O promotor do caso, Rodrigo Merli Antunes, disse que o vigia mentiu no seu depoimento. Para ele, Evandro quer apenas se livrar das responsabilidades, colocando a culpa pelo crime apenas em Mizael e disse que há provas de que eles se comunicaram por celular 19 vezes. Também no depoimento, Evandro disse que Mizael portava suas armas, uma 38 e uma pistola e ainda ouviu a conversa entre Mizael e o irmão, “revelando” o crime, e reclamando que deveriam ter empurrado mais o carro na lagoa, pois ali era um lugar raso e a água iria abaixar.

O Caso Mércia

A advogada Mércia Mikie Nakashima, de 28 anos (6 de Outubro de 1981) desapareceu às 18h30, no dia 23 de Maio de 2010. Segundo os familiares, a advogada teria saído da casa de sua avó, onde acontecera um jantar em família. A distância entre a casa de sua avó e sua própria, seria de cinco ou dez minutos no máximo, mas não chegou. Os familiares também afirmaram que seu ex-namorado e ex-sócio de advocacia teria ligado para ela, antes de esta sair.

No dia 10 de Junho, sob uma denúncia, o carro de Mércia foi encontrado em uma represa, na cidade de Nazaré Paulista. O denunciante foi um comerciante, que estava pescando e ouviu gritos de uma mulher. O carro afundo cerca de 6 metros de profundidade, chegando à superfície e um dos vidros estavam abertos.

No dia seguinte, 11 de Junho, o corpo de Mércia foi encontrado na represa. Seu irmão, Márcio Nakashima reconheceu o corpo da irmã, que já se encontrava em estado de decomposição. Segundo alguns especialistas, sua mandíbula estava quebrada. Mizael Bispo de Souza foi o principal suspeito, mas mesmo assim, o acusado nega. Com provas, Mizael foi preso e solto várias vezes, por ocorrência de voz de prisões revogadas. No dia 7 de Dezembro de 2010, Mizael e o vigia Evandro Bezerra Silva, também acusado de fazer parte na prática do crime receberam voz de prisão, mas ambos estavam foragidos.

Vídeo Caso Mércia Nakashima

Mizael Bispo Se Entrega à Justiça

A Prisão de Evandro Bezerra

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook