Atualizado em: 10 junho 2011

Apple é maior compradora mundial de chips

Apoiada pelo sucesso do iPhone e do IPAD, a Apple se tornou o maior compradora mundial de chips para computadores e telefones, informou uma empresa de pesquisa que atua nesse setor do mercado.

A5-chip-Apple-iPhone

A Apple comprou cerca de 17,5 milhões de chips no ano passado, ultrapassando a fabricante de computadores Hewlett-Packard, como a maior aquisidora destes componentes, disse a empresa iSuppli. A cifra representa um aumento de 80% em relação a verificada há um ano, refletindo o crescimento constante das vendas da Apple.

publicidade:

O iPhone contém chips de 80 dólares, segundo a iSuppli. Esses chips incluem o processador central, que funciona como o cérebro do dispositivo, os chips de rádio que permitem a comunicação entre o telefone e as torres de celular, bem como um dispositivo de áudio que converte a voz do usuário em um fluxo de dados.

A constatação de que a Apple é a principal compradora de chips, consolida sua posição como uma empresa que tem o poder e o dinheiro para comprar estes e outros componentes críticos, tais como telas sensíveis ao toque, em um momento em que outras empresas têm problemas para obtê-los devido a precariadades no abastecimento.

Como exemplo, a Apple disse em janeiro que tinha gasto 3,9 bilhões de dólares em contratos de longo prazo para garantir o abastecimento para os próximos dois anos de um componente “muito estratégico”, que prefere não revelar. Poucas empresas podem comprometer cifras desta magnitude.

Em meados do ano passado, os fabricantes de aparelhos de alta tecnologia se esforçavam por comprar chips no momento em que as vendas começaram a se recuperar, após a recessão, e os fabricantes de chips ainda não haviam elevado sua produção.

No entanto, a Apple não relatou problemas de abastecimento de chips. Em vez disso, atribuiu a falta de disposivos iPhone e iPad a uma capacidade limitada na linha de produção.

Trabalhadores de fábricas da chinesa Foxconn, que monta alguns dispositivos Apple, tem trabalhado sob forte estresse e pressão, sendo que uma grande quantidade de suicídios foi registrada recentemente entre seus funcionários. A Foxconn chegou a exigir em contrato que seus trabalhadores não se suicidassem.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook