Atualizado em: 2 fevereiro 2012

Sabotagem na peça Xanadu pode ser causa de acidente

A empresa responsável pelos cabos de segurança em aço suspeita de sabotagem, a justiça descarta essa hipótese por hora. O fato é que os atores Danielle Winits e Tiago Fragoso despencaram de 5 metros de altura
Peça Xanadu

Danielle Winits e Thiago Fragoso são vítimas de suposta sabotagem na peça Xanadu (Foto: Divulgação)

Desde que estreou no Rio de Janeiro, em 18 de janeiro, a peça Xanadu vem fazendo muito sucesso, no elenco estão Danielle Winits e Thiago Fragoso, dois grandes conhecidos por seus trabalhos não só no teatro, como também na televisão.

O caso é que um acidente ocorreu na apresentação do último sábado (28), os dois atores apresentavam a peça normalmente para o público e encenavam um voo por cima da plateia. Cabos de segurança os suspendiam e seguravam Danielle Winits e Thiago Fragoso no ar, como não era a primeiravez  que faziam a cena, como sempre nada de errado poderia acontecer.

publicidade:

Porém, os cabos de segurança se romperam e os atores da peça Xanadu foram ao chão, eles estavam a 5 metros de altura e a queda foi um tanto preocupante. Os donos da empresa responsável pelos cabos entendem que esse fato só pode ter acontecido se houve sabotagem.

Em entrevista o porta voz da empresa Set Cavalheiro FX afirmou que cabos de segurança em aço daquele porte, só podem ser rompidos por intermédio das mãos humanas e que a averiguação para garantir o bom funcionamento dos equipamentos é feita sempre antes das apresentações.

Ele ainda salienta que cada cabo aguenta 500 Kg. Já que Danielle Winits e Thiago Fragoso estavam presos a 4 cabos de segurança cada um, isso significa que eles estava suspensos por cabos que suportariam até 2 toneladas no total.

De acordo com o delegado que cuida do caso, Tales Nogueira, a hipótese de sabotagem na peça Xanadu, por hora está descartada e em entrevista ao UOL ele explica por que.

Vistoria do Crea-RJ

Jacques Sherique, vice-presidente do Crea-RJ em vistoria no Teatro Oi Casagrande (Foto: Divulgação)

Vistoria do Crea-RJ

O Conselho Regional de Agronomia e Engenharia do Rio (Crea-RJ) fez uma vistoria no Teatro Oi Casagrande e apresentou algumas irregularidades. Não foi encontrado nenhum engenheiro responsável pelo serviço que vinha sendo prestado e o teatro também tinha suas irregularidades, como falta de um técnico encarregado de cuidar da parte elétrica e mecânica dos equipamentos.

Ainda, os responsáveis do Crea-RJ disseram que a empresa sequer tem cadastro na entidade, o que a transforma em uma opção não muito confiável. Dentro de 10 dias, o teatro em que a peça Xanadu está em cartaz, deve apresentar todos os responsáveis pelas áreas à entidade.

Os depoimentos

Algumas pessoas terão de ser ouvidas pelo delegado, que já marcou com o sócio da empresa responsável pelos cabos de segurança, a Set Cavalheiro FX para que o mesmo comparecesse à delegacia no dia de hoje (31) e, aos poucos Nogueira prevê chegar a alguma conclusão e constatar se houve sabotagem na peça Xanadu ou não.

Danielle Winits e Thiago Fragoso também deporão, a atriz já recebeu alta do hospital  Casa de Saúde São José e sofreu apenas um corte na boca. Tales Nogueira, o delegado irá chamá-la para depor,  já Fragoso está em estado um pouco mais grave, ele quebrou algumas costelas e pode precisar passar por cirurgia, a justiça irá aguardar a alta médica.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook