Atualizado em: 30 janeiro 2014

14 milhões de Analfabetos no Brasil: Mais que a população de São Paulo

Saiba aqui que dos 774 milhões de adultos analfabetos no mundo, 72% deles estão em dez países, entre eles o Brasil, portanto veja mais sobre este caso abaixo.
Você Sabia?
Que desde o surgimento da escrita, o nível de letramento da população mundial evoluiu muito nos últimos 6.000 anos.
images

O contingente de analfabetos no Brasil acima de 15 anos

De acordo com informações que foram divulgadas recentemente o Brasil conta com mais de 14 milhões de analfabetos adultos, isto foi uma taxa revelada recentemente de acordo com um levantamento que foi feito entre os anos de 2005 e 2001 através da Unesco no chamado Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos, isto que deverá ser divulgado na próxima quarta feira no dia 29 de janeiro.

Sobre os Números

Os números maiores são da população do estado de São Paulo onde existe mais de 11,8 milhões e ainda todo o Estado do Rio Grande Sul com seus mais de 11,1 milhões.

publicidade:

Tudo isto é uma triste realidade e por isso o Brasil é considerado entre os dez que concentram a maior parte onde 72% deste total do número de analfabetos existentes no mundo que é um equivalente a 774 milhões, junto com países como a Índia, China, Paquistão, Bangladesh, Nigéria, Etiópia e Egito.

Em que Consiste este Indicador

Este é um indicador que mostra a parte, apesar disto não o todo do processo. E além de se contar com uma boa herança dos analfabetos, todo o sistema educacional brasileiro vem cada vez mais produzindo os analfabetos, pelo menos oito por cento das pessoas que contam com ensino médio completo.

Todo o alto número de analfabetos existentes no país certamente influenciam as gerações seguintes. Em uma família onde um membro por exemplo é analfabeto, existe um ponto menos favorável de educação para os filhos. Resolver porém o problema de educação quanto ao analfabetismo dos adultos não seria uma tarefa muito fácil.

Vídeo sobre Analfabetismo no Brasil

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook