Triciclos Riquixás

Com gastos mais em contas, os Triciclos Riquixás podem pintar em 2013 como utilitário para cargas. (Divulgação)

Já vemos presente esse automóvel nos grandes centros como Ásia, China ou até na Índia. Agora estamos vendo o constante crescimento do mesmo na América Latina em países como Colômbia e Peru, que os utilizam como transporte seguro para pessoas ou então para cargas leves. Sim, esses s]ao os famosos Riquixás, ou então, conhecido também como auto-rickshaw, tuk-tuk, bajaj, ou baby-táxi.

Novidade!

Aqui em nosso país, o mesmo pé conhecido como Triciclo, segundo Julio Almeida que é diretor geral da Motocar que é a grande pioneira dessa modalidade aqui no Brasil. A empresa produz os mesmos na Zona Franca de Manaus (AM) teve sua oficialização nesse mês. A empresa já está no mercado a cerca de dois anos, mas ainda não tinha atingido índice mínimo para que o triciclo fosse por fim considerado de produção nacional.

Até o presente momento os carros eram emplacados como “veículos importados”, explica Fábio di Gregório que é diretor da fábrica. Agora, estabelecida nacionalmente, eles oferecem a vocês três opções: dois que funcionam basicamente para transportes de cargas tendo um deles o baú isotérmico e outro que tenha caçamba aberta e tendo uma modelo que faz transportes de passageiros. Cada um dos modelos oferecidos obedecem uma legislação especifica, onde é liberado para o seu uso em alguns locais e em outros não.

Preços no Brasil

Segundo a fabricante, tais modelos tem variação de preços como: o triciclo de carga custam R$ 13.500,00 reais (mais R$ 1.000,00 de frete que varia de acordo com a localidade) e conseguem transportar até 350 Kg em seu bagageiro. Já o modelo táxi conta com o valor de R$ 10.500,00 que porta dois passageiros mais o motorista. Para maiores informações acesse – www.triciclosmotocar.com.br – e compre o seu!

Modelos dos Triciclos Riquixas