Atualizado em: 8 junho 2011

Privacidade não é o forte do Facebook

A rede social Facebook mais uma vez se envolve em questões envolvendo violações da privacidade de seus usuários, desta vez com uma tecnologia de reconhecimento de fotos.

Privacidade não é forte do FacebookA rede social Facebook tem gradualmente ampliado a disponibilidade de uma tecnologia para identificar automaticamente usuários nas fotos, reabrindo o debate sobre as práticas de privacidade da maior rede social do mundo.

O recurso que o Facebook habilitou automaticamente para seus usuários, tem se ampliado dos Estados Unidos para a maioria dos países, tal como disse a empresa em seu blog oficial na terça-feira (7).

publicidade:

“Sugerir Tags” usa tecnologia de reconhecimento facial para acelerar o processo de marcação de amigos e conhecidos que aparecem nas fotos publicadas no Facebook.

O  lançamento da tecnologia através da rede social de Mark Zuckerberg tem chamado a atenção em alguns círculos. A empresa de segurança de internet, Sophos, publicou um post no seu blog blog, garantindo que muitos usuários do Facebook estão relatando que o site habilitou o reconhecimento facial nos últimos dias sem aviso prévio aos usuários.

“Mais uma vez, o Facebook está corroendo a privacidade on-line de seus usuários por furto”, disse o consultor sênior da Sophos, Graham Cluley no blog da sua empresa.

O Facebook, que anunciou em dezembro que iria lançar o serviço nos Estados Unidos, reconheceu nesta terça-feira que a funcionalidade, de fato, está agora disponível em outros países.

Quando perguntado sobre o post no blog Sophos, o Facebook disse em um comunicado que “deveria ter sido mais claro com as pessoas durante o lançamento do serviço”. Também disse que as marcações de fotos são apenas sugestões feitas ao adicionar novas fotos e os usuários podem desativar esse recurso nas configurações de privacidade. A empresa não quis fazer mais comentários.

Embora softwares de fotografia e outros serviços online como o Picasa da Google Inc. e o Apple iPhoto também utilizem esta tecnologia, o uso da mesma na rede social Facebook, que tem mais de 500 milhões de usuários poderia gerar espinhosas questões de privacidade.

Saiba mais sobre a funcionalidade nesta página de ajuda do Facebook: http://www.facebook.com/help/?faq=19518&ref_query=marca%C3%A7%C3%A3

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook