Atualizado em: 11 outubro 2011

Pesquisa mostra que o Google+ não vai bem

Após um crescimento explosivo após a liberação do beta público, a rede social Google+ revela dados preocupantes, confome mostra pesquisa da Chitiki.
Google Plus

Google Plus

Sou fã do Google+, nem tanto pelas suas funcionalidades, mas porque acho que o Facebook não é um lugar confiável para guardar informações sobre minha vida, por isso só coloco lá algumas coisas essenciais para as pessoas terem uma mínima ideia de quem sou eu.

Entretanto, hoje trago alguns dados concernentes aos primeiros dias de vida desta rede social que parecem catastróficos, pelo menos a princípio.

publicidade:

Após uma ascensão meteórica que levou a rede social a alcançar a marca de 45 milhões de usuários em apenas uma semana, uma pesquisa recente aponta que o Google+ perdeu 60 por cento do seu tráfego.

O volume de tráfego aumentou 1200% desde o lançamento da versão beta pública do Google+ realizado em 20 de setembro, mas uma pesquisa independente conduzida pela empresa Chitika, revela que o desinteresse dos seus usuários, conforme você pode observar no gráfico abaixo:

Dados da pesquisa sobre o Google+

Dados da pesquisa sobre o Google+

O que pode não ser perceptível a primeira vista é que o referido gráfico se refere a um período de apenas 9 dias, o que parece convenientemente tendencioso. Porque a análise não mostra a curva completa, desde o lançamento?

Teorias da conspiração à parte, o Google + atingiu um recorde de 25 milhões de visitantes únicos, conquistando o status de rede social de mais rápido crescimento de todos os tempos  No entanto, agora que as coisas estabilizaram um pouco, podemos ver mais claramente que o Google+ não está obtendo o retorno que a empresa de Palo Alto gostaria.

A pesquisa adota um tom devastador, de fracasso iminente, mas em se tratando da Google, me parece precipitado fazer afirmativas que esta rede social naufragou definitivamente.

Você também vai gostar disso:

Conte-nos o que achou da matéria usando o facebook